Pular para o conteúdo principal

Após show cancelado, Victor, da dupla com Leo, desabafa: ‘Não bati em ninguém’


Victor Chaves, da dupla com Leo, desabafou sobre o indiciamento por agressão contra a mulher, Poliana Bagatini, durante uma entrevista na Rádio Gaúcha. As declarações foram feitas na participação do artista no programa “Timeline”. Recentemente, a dupla Victor & Leo teve um show no Rio Grande do Sul cancelado após o inquérito policial. Questionado sobre o período que está vivendo ele afirmou: “Esse turbilhão não existe dentro de mim. É um turbilhão de mídia. Óbvio, passei por um momento bastante duro, delicado e difícil. Principalmente, com o julgamento das pessoas sobre aquilo que nem sabem. Não disse o que houve, e alguém diz assim: 'Nossa, o que você fez é imperdoável'. Outras pessoas dizem: 'Estamos com você'. Ou seja, tomam um lado. Respeito tudo, mas depois que passou aquilo que estava internamente sendo aflitivo, o turbilhão continuou na forma como as pessoas julgam e condenam sem buscar nenhuma informação”. Victor também foi perguntado sobre o relacionamento com Poliana. “É a minha mulher, mãe dos meus filhos, independente de continuar minha esposa ou não. Tem gente que fala que já nos separamos. Não falo da minha vida particular. Se não ela deixa de ser particular”. Apesar de garantir que o casamento continua, ele expôs que a relação entre o casal ficou “balançada”. “O problema é que ela cometeu um ato de me acusar de uma coisa da qual preciso me defender. Não posso deixar isso assim. Isso está sendo devidamente apurado”, observou. A conversa foi estabelecida em tom tranquilo, e o artista não se mostrou preocupado com o inquérito. “Não há com o que se preocupar. Se cometi um ato grave, vou responder por isso. Senão, o tempo vai esclarecer. Estou tranquilo com isso porque nunca prejudiquei uma pessoa fisicamente, nunca bati em ninguém” concluiu. BN
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Senhor do Bonfim-BA: Jovem de 17 anos se enforca no Alto da Rainha. Por volta das 15 horas deste sábado após voltar a sua casa para levar o almoço de seu irmão a jovem, Mirela, teve o pior susto de sua vida ao se deparar com o corpo de seu irmão MURILO SILVA MALTA DOS SANTOS,  de apenas 17 anos, enforcado com uma corda no pescoço, na sala próximo a cozinha.
Nosso Repórter Netto Maravilha esteve no local, Rua Iara Torres, Bairro Alto da Rainha, nº 159 em Senhor do Bonfim, e ouviu várias pessoas da família que sem acreditar no fato, se questionavam, o porque daquilo, “um jovem que nunca bebeu, não tinha inimigos, ele saiu ontem com amigos de trabalho da empresa Moto Gamboa, por volta de 23 horas nós começamos a procurar por ele, pois nunca tinha bebido nem tinha costume de demorar assim”, comentou o cunhado.
A mãe em prantos relatava para uma amiga, que seu filho havia chegado bastante embriagado em casa que nem conseguia segurar direito no portão, e que vomitou a casa, ela havia limpado e…
POLICIAL: MOTOQUEIRO MORRE AO COLIDIR FRONTALMENTE COM CARRETA NA BR 407 ENTRE TANQUINHO E TIJUAÇU
Por volta das 21h40min deste sábado  (05),  um jovem identificado por REGIVALDO, morador do povoado de Passagem Velha, zona rural de Senhor do Bonfim teve morte instantânea, ao colidir com uma moto ainda sem dados, contra uma carreta na altura do Km 144 da BR 407,  entre Tanquinho e Tijuaçu.


De acordo com as primeiras informações ele teria invadido a contramão indo de encontro a carreta

PRF, DPT da Civil e PM encontram-se no local.

Breve mais detalhes aqui no Maravilha Notícias.


Maravilha Notícias
Jovem morre após ser baleado em Ibiaporã Na tarde deste sábado, 05 de novembro de 2016, um jovem conhecido como Marinho, foi morto a tiros no município de Mundo Novo-BA.
O crime aconteceu por volta das 15 horas, na Rua Joaquim Sacerdote, no distrito de Ibiaporã, conhecido como Bonita. 
De acordo com informações de populares, o jovem se envolveu numa briga e sofreu um disparo de espingarda. Depois, ele foi socorrido e encaminhado para o hospital de Tapiramutá, mas não resistiu e morreu.

O jovem morava em Ibiaporã. O corpo será encaminhado para o IML da região, depois será liberado para o sepultamento.

Da redação do Blog Agmar Rios