terça-feira, 4 de julho de 2017

Juiz manda apreender telefones e quebrar sigilo telefônico de Geddel


O juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, que autorizou a prisão preventiva do ex-ministro Geddel Vieira Lima, determinou a apreensão de aparelhos de celulares do investigado e a quebra do sigilo telefônico dos telefones apreendidos.
A medida visa buscar elementos para comprovar os contatos de Geddel com a esposa do doleiro Lúcio Funaro, preso na Operação Lava Jato.
Na decisão, o juiz diz que Geddel entrou em contato por diversas vezes com a esposa de Funaro para verificar a disposição do marido preso em firmar acordo de colaboração premiada, o que pode caracterizar um exercício de pressão sobre Funaro e sua família.
Ainda de acordo com o magistrado, não é a primeira vez que Geddel tenta persuadir pessoas ou pressioná-las, lembrando o episódio em que o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero acusou Geddel de atuar para a liberação da construção de um imóvel em Salvador.
Postar um comentário

Postagem em destaque

Tiroteio após jogo de futebol deixa mulher morta e vários feridos no interior da Bahia

Um tiroteio na tarde deste domingo (24), no bairro Daniel Gomes em Itabuna, deixou pelo menos seis pessoas feridas e uma mulher morta. De ...