terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Jaguarari: Após ficar mais de oito meses preso, acusado de estupro é declarado inocente


O nacional de iniciais J M S, viu sua vida envolta em um pesadelo quando teve sua prisão preventiva decretada em razão do mesmo ter supostamente estuprado uma adolescente maior de treze anos na vizinha cidade de Jaguarari (BA).
O caso que na época chocou aquela cidade teve um desfecho inusitado, na medida em que a suposta vítima após ser contraditada pela defesa do acusado decidiu falar a verdade, confessando que o réu jamais teria usado de violência contra a mesma, e que ela, a suposta vítima, havia se envolvido com ele de livre e espontânea vontade.
Para o advogado Rodrigo Almeida, defensor do réu nesse processo, tal decisão absolutória revela o risco das prisões antecipadas, principalmente em delitos de cunho sexual, uma vez que as consequências na cadeia para os acusados deste delito são as mais terríveis.
Postar um comentário

Postagem em destaque

  Bonfinense Karina Tavares já em Brasília representando nossa Região no Programa Sessão Pedagógica no parlamento   Cleber Vieir a ...