sábado, 11 de fevereiro de 2017

Homens fortemente armados invadem casa e matam 8 pessoas no interior da Bahia

Carro utilizado no crime foi abandonado pelos
bandidos e levado para pátio da delegacia de
Porto Seguro (Foto: Taísa Moura / TV Santa Cruz)


Uma chacina deixou oito homens mortos e um ferido no bairro de Porto Alegre I, em Porto Seguro, município no extremo sul da Bahia, na noite de domingo (5). Segundo informações da Polícia Militar (PM), nove homens fortemente armados cometeram o crime e fugiram em seguida. Até a manhã desta segunda-feira (6), ninguém foi preso.
Ainda de acordo com PM, o grupo chegou a bordo de uma caminhonete Ranger de cor vermelha, e efetuou vários disparos. Três corpos foram encontrados do lado de fora da casa, e outros cinco dentro do imóvel.
O homem que foi baleado e sobreviveu ao ataque foi socorrido para o Hospital Regional Luiz Eduardo Magalhães. O estado de saúde do paciente não foi informado

Oito pessoas morreram e uma ficou ferida em chacina na Bahia (Foto: Taísa Moura / TV Santa Cruz)
No local do crime foram encontradas capsulas de fuzil calibre 556, segundo a polícia. Por volta das 7h50, as vítimas ainda não haviam sido identificadas. A PM informou que faz rondas na região na tentativa de localizar os suspeitos do crime. Ainda não há informações sobre o que pode ter motivado a chacina. A Polícia Civil vai investigar o caso.
PM interditou rua do crime e investiga o caso (Foto: Taísa Moura / TV Santa Cruz)
O veículo usado no crime foi abandonado pelos banididos e encontrado pela polícia. A caminhonete foi levada para o pátio da delegacia de Porto Seguro. Segundo informações da polícia o automóvel havia sido roubado horas antes.

4 filhos de policiais estão entre os 8 mortos de chacina na Bahia

A Polícia Civil confirmou que quatro filhos de policiais estão entre os mortos da chacina na cidade de Porto Seguro, no Extremo Sul da Bahia. O crime aconteceu no bairro Porto Alegre I, na noite de domingo (5), e deixou oito mortos e um baleado na cabeça.
De acordo com o delegado Moisés Nunes Damasceno, titular da 23ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin/Eunápolis), morreram na ação Gabriel Lobo Fernandes, 22 anos, filho do falecido Policial Militar Sidinei dos Santos Fernandes, Igor Lelis dos Santos Santana, 20, filho do PM Josenilton dos Santos Santana, os irmãos Victor Cláudio do Nascimento Bispo, 20 anos e Caio Felipe Nascimento Bispo, 17, filhos do Policial Civil Cláudio dos Santos Bispo.
Além deles, também foram mortos Vinicius Bispo dos Santos, que era cabo da Aeronáutica, os irmãos Gabriel de Jesus Feitosa, 25, e Leandro de Jesus Feitosa, 21, e Felipe Ricardo Lopes Borges, 27. Uma nona vítima sobreviveu e está internada em estado grave no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, lá mesmo em Porto Seguro.
Segundo o coordenador da 23ª Coorpin, nenhuma das vítimas possui passagens pela polícia. Ele disse também que a polícia já possui uma linha de investigação, porém, para não atrapalhar as investigações, não será revelada por enquanto. Os suspeitos seguem foragidos.
De acordo com o major da PM Anacleto Silva França, comandante do 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM/Porto Seguro), o policiamento foi reforçado na cidade para evitar que possíveis incidente aconteçam. “Desde ontem após o ocorrido, estamos adotando procedimentos de preservação da ordem e manutenção da segurança. Para isso, reforçamos o policiamento na cidade”, disse o major.
O crimeSegundo informações da Polícia Militar, homens com armas de grosso calibre foram responsáveis pelos disparos. O crime aconteceu por volta das 22h. O grupo chegou em um carro modelo Ford Ranger de cor vermelha, que havia sido roubado, por volta das 20h, no bairro Mirante, Depois do atentado, o veículo foi abandonado no Ubaldinão, onde foi recuperado pela polícia.
No local do crime, foram encontradas cápsulas de fuzil calibre 556 e espingarda. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que unidades especializadas foram enviadas à região para dar apoio nas buscas pelos suspeitos. De acordo com a SSP, as vítimas estavam em uma festa paredão antes do crime.
“Estamos ouvindo testemunhas e apurando as informações colhidas com populares. Sabemos que as vítimas participavam de uma festa na orla da cidade, quando decidiram voltar para a residência onde aconteceram os crimes”, contou o delegado Damasceno.
A polícia pede que informações sobre o crime sejam enviadas pelo Disque Denúncia do Interior, no número 181.
G1/BA e Correio24Horas
Postar um comentário

Postagem em destaque

  Bonfinense Karina Tavares já em Brasília representando nossa Região no Programa Sessão Pedagógica no parlamento   Cleber Vieir a ...