domingo, 15 de janeiro de 2017

Haff: conheça a doença que causa dores e provoca urina escura


Por Alexandre Galvão
Relatada pela primeira vez nos anos 20, a doença de Haff é definida como uma rabdomiólise - quebra rápida de músculo esquelético devido à lesão no tecido muscular - não explicada em uma pessoa que consumiu pescado nas 24 horas que antecedem início dos sintomas.
 
Doença de sintomas bem parecidos com as de Haff tem feitos vítimas na Bahia e no Ceará. Duas, inclusive, fatais. Relatos de pacientes baianos infectados relatam dores fortes e com a urina de uma cor diferente. Apesar disto, não se é capaz de afirmar que a “doença misteriosa” e a doença de Haff sejam as mesmas. 
 
Até agora, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde da Bahia, foram 52 casos da doença. O governo confirmou duas mortes. Um homem que apresentava os sintomas faleceu no dia 31 de dezembro, no município de Vera Cruz. A vítima, no entanto, tinha outros problemas de saúde, como hipertensão, além de idade avançada.
 
De acordo com estudo publicado na Revista Brasileira de Terapia Intensiva, Entre 1934 e 1984, foram descritos outros surtos similares da doença de Haff na Suécia e na antiga União Soviética. s primeiros dois casos relatados nos Estados Unidos ocorreram no Texas, em junho de 1984. Entre 1984 e 1996, apenas quatro outros casos foram relatados nos Estados Unidos, dois em Los Angeles e dois em San Francisco (ambas as cidades no Estado da Califórnia). Em 1997, foram relatados, nos Estados Unidos, cinco casos da doença de Haff (nos Estados da Califórnia e Missouri) em um período de cinco meses (entre março e agosto); todos os casos foram associados à ingestão da espécie Ictiobus sp.Em 2001, foram relatados mais casos nos Estados Unidos, que envolviam a ingestão de peixes de água doce pertencentes à família Cambaridae no Missouri e salmão na Carolina do Norte. Em setembro de 2010, foram relatados, na China, alguns casos de doença de Haff associada ao consumo de peixes de água doce da família Parastacidae.
 
Em outubro de 2008, foi relatado um surto de 27 casos de doença de Haff associada com o consumo de Mylossoma duriventre (pacu-manteiga), Colossoma macropomum (tambaqui) e Piaractus brachypomus (pirapitinga), peixes do norte da região amazônica. A doença de Haff é considerada uma doença emergente, cuja importância tende a aumentar com o crescimento populacional, levando a um incremento do consumo de peixes de água doce, particularmente oriundos da região amazônica.
 
TRATAMENTO – Como não há uma confirmação das causas, o tratamento é feito com hidratação e analgésico. É importante que o paciente não tome anti-inflamatório para não piorar a situação dos rins. O tempo para um quadro um pouco mais suave dos sintomas varia de três dias até uma semana.

Jovem de 20 anos comete suicídio em Várzea Nova


Um tragédia recaiu sobre a cidade de Várzea Nova na madrugada deste domingo, 15. O jovem Jardel Lima, de 20 anos, foi encontrado morto no interior de sua residência e a suspeita é que ele tenha tirado a própria vida com uma corda.

Populares disseram ao JN que o rapaz estava em um festa e tudo parecia estar bem. No entanto, depois de chegar em casa, o jovem foi encontrado por familiares, morto em um dos cômodos da residência. Filho de servidora pública, Jardel tinha muitos amigos e era bastante conhecido na cidade. A morte precoce de Jardel causa muita comoção no município de Várzea Nova.

Amigos e parentes usam as redes sociais para lamentar o ocorrido. “Pq teve que acontecer isso logo com vc meu primo, descanse em paz mano tamo junto pra sempre, nunca vou te esquecer meu irmão”, disse um primo.

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) foi até Várzea Nova e, após a perícia no local, deve recolher o corpo para o IML de Jacobina.
Fonte: Jacobina Notícias

Três jovens são assassinados em Itaberaba; dois foram decapitados


Por volta das 18h30 deste sábado, 14, três jovens foram sequestrados no bairro Campo do Governo, em Itaberaba. Os homens estavam em um veículo Corsa, de cor branca e placa policial JGL 4724 – Brasília/DF. Na manhã de hoje (15), por volta das 06h10, a polícia foi informada por populares que haviam três corpos no bairro Matadouro.

Ao chegar no local, os policiais constataram a veracidade da denúncia e encontraram dois dos jovens decapitados e um outro jovem, que supostamente tentou fugir dos assassinos, foi morto a tiros. Várias cápsulas de munição de pistola foram encontradas no local. 

Peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) foram até o local. A Polícia Civil investiga o crime e a crueldade com que foi praticado. Os nomes das vítimas ainda não foram revelados.
Informações do Portal Itaberaba Repórter

Entre Rios: Acidente entre 4 carretas e um automóvel deixa 4 mortos na BR-101


Nesta manhã de domingo (15), um grave acidente na BR-101 próximo a cidade Entre Rios deixou quatro pessoas mortas. De acordo com informações a colisão ocorreu entres quatro carretas e um carro modelo Gol Cinza, placa JRF 4810 licença  de Utinga- BA. Ainda de acordo com populares, os três ocupantes do carro de passeio e mais uma da carreta morreram no local. A Polícia Rodoviária Federal e SAMU estiveram no local para as devidas providências. As causas do acidente e os nomes das vítimas ainda não foram divulgados. A via ficou lenta devido ao ocorrido, mas foi auxiliado pela PRF. VB

EX-DETENTO É ASSASSINADO NO BAIRRO NOVA ESPERANÇA EM JUAZEIRO


A exemplo de Petrolina, Juazeiro chegou ao sexto homicídio neste mês de janeiro de 2017, ao registrar na noite deste sábado (14), no bairro Nova Esperança, o assassinato do jovem Francisco Gonçalves de Almeida, conhecido popularmente por "Valquírio". A informação é que ele deixou o Complexo Penal de Juazeiro há dois dias e foi morto em frente à sua residência. O modo operacional é o mesmo de outros crimes em Juazeiro e Petrolina, sem qualquer solução. Segundo populares dois homens numa moto chegaram atirando contra “Valquírio” que faleceu no local.

Avião monomotor cai em Querência do Norte, e piloto desaparece


Um avião de pequeno porte caiu em Querência do Norte, no noroeste do Paraná, neste sábado (14). A aeronave estava carregada com 60 quilos de cocaína. Segundo a Polícia Militar (PM), quando a equipe chegou até o local da queda, em uma fazenda de plantação de arroz, o avião estava caído e não havia vítimas. O piloto não foi encontrado. A droga foi encaminhada à delegacia da Polícia Civil de Loanda, que conduzirá as investigações. Assim que o avião for retirado da fazenda, ele ficará no pátio da delegacia.

Dois veículos capotaram em Jacobina e Umburanas



Na noite deste sábado, 14 de janeiro de 2017, seis jovens foram socorridos para atendido no Hospital Antônio Teixeira Sobrinho e Clínica Santa Bárbara, vítimas de capotamento na 324 em Jacobina e Umburanas.

Segundo informações, três jovens de Capim Grosso acabaram caindo com um carro em uma ribanceira próximo ao Balneário Sombra e Água Fresca, na entrada de Jacobina. As vítimas que sofreram escoriações, foram socorrida para o Hospital Antônio Sobrinho, sendo atendidos e liberados. Não há informações sobre as circunstâncias do acidente.

O condutor de um veículo Celta, juntamente com mais dois jovens de Jacobina perdeu o controle vindo a capotar na BR 324, próximo ao Parque de Nato na entrada da cidade de Umburanas. Três jovens foram socorridos, sendo um para a Clínica Santa Bárbara e dois para o Hospital Antônio Teixeira Sobrinho. As vítimas sofreram apenas escoriações e não há informações sobre as circunstâncias do acidente. A Polícia Rodoviária Estadual esteve registrando os acidentes.
Fonte: Augusto Urgente

DUPLO HOMICÍDIO NO BAIRROI GERCINO COELHO EM PETROLINA





















Duplo homicídio no início da tarde deste sábado (14) no bairro Gercino Coelho chamou 
à atenção de inúmeros curiosos em Petrolina. Com esses dois crimes, Petrolina 
chega a seis homicídios neste primeiro mês do ano. A GT k-9 foi acionada pela Central
 de Operações para verificar prática de homicídio no referido bairro. Chegando ao local
 foi constatada a veracidade do fato, as vítimas de disparo de arma de fogo se
 encontravam sem os sinais vitais.
Segundo informações de populares, um indivíduo desconhecido estava 
aguardando as vítimas passarem pelo referido endereço, efetuou vários disparos de
 arma de fogo de calibre não definido contra as vítimas, uma das vítimas veio a
 falecer no local, a outra vítima veio a óbito tempo depois de atendida pelo SAMU.
O suspeito correu a pé até um veículo não definido de cor preta que aguardava
 na outra rua o malfeitor para fugir do local tomando o destino ignorado. A vítima
 Júlio César da Silva Araújo, 22 anos, trabalhava na oficina Polly Shine, e não
 foi encontrado nada nos sistemas da SDS e INFOSEG. A segunda vítima Flaviano
 Cavalcanti Souza, maior de idade, 26 anos, era presidiário e se encontrava
 usando tornozeleira eletrônica, pois estava cumprindo prisão domiciliar e iria retornar
 para a prisão no dia 30 de janeiro de 2017.
Segundo informações obtidas o presidiário morto é acusado de ter matado o filho
 de Dr. Antônio, conhecido como doutorzinho há alguns anos. A equipe policial 
efetuou o isolamento e a preservação do local do crime até a chegada do I.C para
 perícia criminal. O I. C. efetuou a perícia criminal constatando várias perfurações de 
arma de fogo não definidas e removeu os corpos ao IML sob os nº NIC´s 071942 e 
071941.
Da redação com informações do 5º BPM

Ex-senador colombiano é preso por envolvimento com a Odebrecht

Foto: Divulgação

O ex-senador colombiano Otto Nicolás Bula foi preso no último sábado (14) acusado de receber propina para favorecer contratos com a Odebrecht no país. De acordo com informações da agencia de notícias France-Presse, o Ministério Público colombiano comunicou, através de sua conta no Twitter, que irá denunciar Bula por “coautoria para dar, ou oferecer, e enriquecimento ilícito”. O político do Partido Liberal teria cometido uma "suposta violação do regime de trocas internacionais". Ainda de acordo com o órgão, a sucursal da Odebrecht na Colômbia contratou Bula em 5 de agosto de 2013, mediante a modalidade de “honorários por resultado, ou cota de êxito” com o objetivo de obter o contrato da via Ocaña-Gamarra, a favor da concessionária Rota do Sol S.A.S.

Rebelião acaba após mais de 14 horas no RN; há mais de 10 mortos

Tropa de Choque entrou em Alcaçuz e detentos se renderam.
Secretaria de Segurança diz que não houve troca de tiros.


enitenciária Estadual de Alcaçuz, do Rio Grande do Norte, acabou após 14h20. Os detentos, que se rebelaram às 17h deste sábado (14) (horário local, 18h em Brasília), se renderam às 7h20 deste domingo (15) após a Tropa de Choque da Polícia Militar entrar nos pavilhões. Segundo a Secretaria de Segurança, não houve troca de tiros. Há mais de dez mortes confirmadas durante a rebelião, informou o governo estadual do Rio Grande do Norte.
O Instituto Técnico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep) informou que será montada uma "operação de guerra" para a identificação dos corpos com a vinda de legistas do Ceará e da Paraíba para auxiliar nos trabalhos. Segundo Thiago Tadeu, chefe de gabinete do Itep, a identificação será feita através da digital, da arcada dentária e até de exame de DNA quando necessário.
A rebelião começou com uma briga entre presos dos pavilhões 4 e 5. Segundo o governo, a briga estava restrita aos dois pavilhões. O pavilhão 5 é o presídio Rogério Coutinho Madruga, que fica anexo a Alcaçuz. Há separação entre presos de facções criminosas entre os dois presídios.
Tropa de Choque da PM do Rio Grande do Norte entra na penitenciária estadual de Alcaçuz, na Grande Natal (Foto: Fred Carvalho/G1)Tropa de Choque da PM do Rio Grande do Norte entra na penitenciária estadual de Alcaçuz, na Grande Natal (Foto: Fred Carvalho/G1)
Um helicóptero da PM auxiliou na operação, que envolve Choque, Bope e GOE (Grupo de Operações Especiais). Às 6h20, era possível ver fumaça negra nos pavilhões e ouvir bombas de efeito moral do lado de fora da penitenciária.
Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal, e é o maior presídio do estado. A penitenciária possui capacidade para 620 detentos, mas abriga cerca de 1.150 presos, segundo a Sejuc, órgão responsável pelo sistema prisional do RN.
Enquanto os veículos entravam no complexo penitenciário, pessoas que estavam na porta aplaudiam e vaiavam os policiais. Há familiares de detentos, que ontem à noite tentaram furar o bloqueio policial, sem sucesso. Eles dizem que presos que não estão envolvidos na rixa entre as facções estão pedindo socorro. Com panos brancos, eles acenaram e pediram paz.

Durante a madrugada, o tenente-coronel Marcos Vinícius, que comanda o Bope, disse ao G1, por volta das 2h, que não houve negociação entre PM e presos. A madrugada foi tranquila, sem tiros nem tumultos aparentes. O complexo ficou sem energia elétrica desde a noite de ontem. Muitos tiros foram ouvidos e era possível ver muita fumaça do lado de fora do presídio ontem.
Ontem à noite, o secretário estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc), Wallber Virgolino, afirmou que a determinação era retomar o controle do presídio. "A ordem já foi dada: retomar o controle de Alcaçuz e evitar rebeliões em outras unidades", afirmou Virgolino, que diz ter chamado todos os agentes penitenciários que estavam de folga. O estado possui cerca de 800 agentes penitenciários.

penitenciária, presídio, Alcaçuz, rn, rio grande do norte, polícia militar, pm, bope, blindado (Foto: Fred Carvalho/G1)Blindado da Tropa de Choque da PM do Rio Grande do Norte entra na penitenciária estadual de Alcaçuz, na Grande Natal (Foto: Fred Carvalho/G1)
presos, detentos, penitenciária, presídio, Alcaçuz, rn, rio grande do norte (Foto: Fred Carvalho/G1)Presos amanhecem no telhado da penitenciária, de Alcaçuz, a maior do Rio Grande do Norte, em rebelião. Quando a Tropa de Choque entrou no presídio, eles já estavam fora dos telhados (Foto: Fred Carvalho/G1)
  •  
familiares, familia, presos, detentos, penitenciária, presídio, Alcaçuz, rn, rio grande do norte, polícia militar, pm, bope, blindado (Foto: Anderson Barbosa/G1)Familiares de detentos aguardam em frente à penitenciária de Alcaçuz (Foto: Anderson Barbosa/G1)
O motim
A rebelião começou por volta das 17h de sábado (horário local, 18h em Brasília. Segundo a presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários, Vilma Batista, homens em um carro se aproximaram do presídio antes da rebelião e jogaram armas por sobre o muro.
A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) diz em nota que as mortes são "resultado de uma briga entre facções rivais". Já o governo do estado afirma que "'estão sendo levantadas informações acerca do envolvimento de facções criminosas".