Médico descobre estupro de menina de 8 anos após necrópsia


A Polícia Civil investiga se a morte de uma menina de oito anos por insuficiência respiratória está relacionada com um estupro. O caso ocorreu em Barreira, cidade localizada na região Oeste da Bahia.
De acordo com os investigadores, o abuso foi descoberto por um médico que fez a necrópsia da vítima. No exame, o legista constatou que a menina teve uma infecção em decorrência de uma perfuração intestinal causada pela violência.
“Quando se fez o exame foi constatada a perfuração no intestino. Além disso, o médico legista identificou vestígios intensos e lesões grandes de atividade sexual na vagina e ânus da criança, e isso causou a perfuração”, explicou o delegado Mirosvaldo Menezes.
À polícia, o médico disse que a perfuração deve ter ocorrido entre 7 e 10 dias antes de a garota dar entrada no hospital. O corpo dela foi enterrado no final tarde de domingo (30).
Segundo informações do UOL, a polícia aguarda o resultado de um exame de DNA para descobrir se o suspeito pelo estupro pertence à família da vítima.
0