Garotinho de 8 anos é morto por bala perdida durante tiroteio de facções no interior da Bahia

Um ataque misterioso ditado, ao que tudo indica, por uma antiga guerra entre o Raio A e a facção rival DMP, provocou pânico, desespero e muita dor na noite deste sábado (1º), na rua Fernando Barreto, no bairro Gogó da Ema, em Itabuna. E nessa disputa incessante por “territórios do tráfico”, pessoas inocentes vão pagando com suas próprias vidas.
Ontem (1), uma criança de apenas oito anos morreu após será atingida por uma bala perdida. Keven Lúcio Araújo Braga soltava fogos na rua, quando um grupo de homens armados chegaram na comunidade, promovendo uma intensa “chuva” de tiros. Foram mais de 15 disparos, segundo os moradores, que estão chocados com a violência e, sobretudo, com a morte bárbara do garoto. Keven morreu, atingido na nuca, no passeio da casa dele.
A mãe do menino está desesperada. O corpo da criança já foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica. Os tiros acabaram acertando também outras duas moradoras do local. As mulheres foram socorridas por populares e levadas em um carro particular para o Hospital de Base. O estado de saúde delas não foi informado.
“Quebra-cabeça bagunçado”
A perícia recolheu na cena do crime várias cápsulas de pistola 380. A Polícia Civil já iniciou as investigações, colhendo algumas informações de testemunhas. Muitas versões foram levantadas no local. Uma das delas é de que os criminosos chegaram em um carro prata e tinham como alvo um grupo de pessoas que estavam num bar. Já uma testemunha afirmou ter visto os suspeitos num táxi e ainda há quem diga que eles chegaram a pé.
Isso tudo causa uma sucessão de desencontros e um quebra-cabeça daqueles bem bagunçados, cujas peças devem ser montadas nos próximos dias pelos investigadores. A polícia Militar também está empenhada e faz buscas pela cidade, para tentar localizar os suspeitos. (Verdinho Itabuna)
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

IDENTIFICADA A VÍTIMA DE HOMICÍDIO NA FEIRA DO ALTO DA MARAVILHA