domingo, 2 de julho de 2017

Denúncia contra Temer feita pela PGR cita outros 14 políticos


Foto: Reprodução/ PGR

Outros 14 políticos foram citados na denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer e o ex-deputado e ex-assessor Rodrigo Rocha Loures. Segundo a Folha de S. Paulo, a maioria das menções fazem referências a trechos da delação do Grupo JBS, quando o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, fala de uma suposta relação entre Temer e a J&F. Ainda que tenham sido citados, a PGR não apresentou acusação formam contra esses políticos – apenas o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) está preso. O ex-ministro Geddel Vieira Lima e ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, são apontados como interlocutores da JBS junto ao governo Temer, antes de Loures. Outro citado é o ex-assessor e amigo de Temer, José Yunes. Completam a lista de políticos o ex-ministro Guido Mantega, Eduardo Braga, Eunício Oliveira, Jader Barbalho, Kátia Abreu, Vital do Rêgo (atualmente ministro do Tribunal de Contas da União), Paulo Skaff, Gabriel Chalita e Wagner Rossi. À Folha, os advogados de Geddel e Yunes negaram qualquer intermediação nas relações entre o Grupo JBS e Temer, bem como Renan, Vital do Rêgo, Eunício, Skaff e Chalita. Os demais não foram localizados. 
Postar um comentário

Postagem em destaque

Tiroteio após jogo de futebol deixa mulher morta e vários feridos no interior da Bahia

Um tiroteio na tarde deste domingo (24), no bairro Daniel Gomes em Itabuna, deixou pelo menos seis pessoas feridas e uma mulher morta. De ...