segunda-feira, 26 de junho de 2017

Jovem passa por primeira sessão para remover tatuagem com frase 'eu sou ladrão e vacilão'


O adolescente de 17 anos que teve tatuada na testa a frase "eu sou ladrão e vacilão" passou neste sábado pela primeira sessão para remover a tatuagem. De acordo com informações do G1, o procedimento foi realizado pela clínica de reabilitação onde o menor faz tratamento contra o vício do crack e álcool, no estado de São Paulo. Ao todo, ele deve passar por dez sessões, sendo uma por mês. A expectativa é a de que a frase seja removida até o mês de março de 2018. A clínica Grand House, na cidade de Mairiporã, faz o trabalho de reabilitação da dependência química de forma gratuita e optou por não divulgar o nome da empresa responsável pela remoção da tatuagem. O jovem está internado desde o dia 13 de junho e deve permanecer no estabelecimento até o final do ano. Os dois suspeitos de tatuar a frase, o  tatuador Maycon Wesley Carvalho dos Reis e o pedreiro Ronildo Moreira de Araújo, foram denunciados pelo Ministério Público de São Paulo pelos crimes de constrangimento ilegal, lesão corporal e ameaça (veja mais). Maycon e Ronildo alegam que o adolescente que teve a testa tatuada tentou furtar a bicicleta de um deficiente físico e por isso queriam dar uma "punição" a ele. A vítima argumenta que apenas esbarrou no veículo. Os dois suspeitos foram presos no último dia 12.
Postar um comentário

Postagem em destaque

Carreteiro natural de Coité morre em acidente na Via Anchieta, em São Paulo Amaral é natural do Distrito de São João e estava moran...