Desembargadores do TJ-BA são investigados por venda de sentenças, diz revista

Foto: Divulgação

Os desembargadores Gesivaldo Britto e Maria das Graças Osório, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), são investigados pela Procuradoria-Geral da República, por supostas vendas de decisões judiciais. De acordo com a revista Isto É, a investigação foi iniciada por um suposto conluio entre os dois desembargadores. Em uma das causas suspeitas, Maria das Graças antecipou tutela num caso contratual. A decisão foi suspensa por outra desembargadora. Mas, em seguida, essa nova decisão foi cassada por Gesivaldo. A Procuradoria requereu a quebra de sigilo bancário de Gesivaldo devido à evolução patrimonial dele. Recentemente, dois desembargadores aposentados foram denunciados por venda de sentença em um espólio milionário. 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

IDENTIFICADA A VÍTIMA DE HOMICÍDIO NA FEIRA DO ALTO DA MARAVILHA