Pular para o conteúdo principal



Greve: Não houve acordo, greve dos vigilantes vai continuar e agências bancárias continuarão fechadas
A 9ª rodada de negociação realizada nesta pela DRT terminou sem nenhum acordo
1 – PATRÕES INSISTEM NAS PROPOSTAS INDECENTES E GREVE CONTINUA
Os patrões de vigilância da Bahia insistiram nas propostas indecentes:
• 1% de reajuste;
• quebra da 12/36 – hora extra na folga ou prorrogação de jornada;
A 9ª rodada de negociação realizada nesta pela DRT (SRTE – Superintendência Regional do Ministério do Trabalho) terminou sem nenhum acordo. As lideranças e a categoria rechaçaram qualquer discurso de quebra ou permissão de horas extras nas folgas ou prorrogação de jornadas além das 12 hs, bem como o reajuste de 1% e aprovaram, ao final da reunião, a continuidade da GREVE.
Quase 1000 vigilantes acompanharam a reunião diante da DRT.
Antes da caminhada até a DRT os 1000 vigilantes fizeram uma grande manifestação (ROLEZÃO) dentro do Shopping Iguatemi, denunciando os patrões de vigilância e buscando o apoio da população.
A reunião que acabou por volta das 18h e foi acompanhada pelos dirigentes do Sindicato e por uma comissão de 4 trabalhadores indicados na porta da DRT.
A GREVE vai agora para o 8º dia e mais forte, parando os bancos, INSS, correios, entre outros serviços. A greve é contra o deboche e a tentativa dos patrões de nos escravizar.
2- NOVA RODADA NA QUINTA-FEIRA (1º) NO MPT
O Ministério Público do Trabalho também chamou os trabalhadores e os patrões para uma nova tentativa de negociação que será realizada nesta quinta-feira, as 13hs no Corredor da Vitoria.
Veja a Ata da DRT:
Cronograma dos manifestantes
• quarta-feira, 31, 7hs – CONCENTRAÇAÕ NO SINDICATO
• quinta-feira, 1º/06, às 7hs – CONCENTRAÇÃO NO SINDICATO
• 13hs – no MPT – Corredor da Vitoria.
3- GREVE ESTÁ FORTE NA CAPITAL E INTERIOR
Quase toda a rede do Banco do Brasil e da Caixa está parada, cidades de norte a sul do estado estão com todas as agências paradas, agencias do INSS, entre outros setores.
4- SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL A NOSSA GREVE
A UNI GLOBAL UNION, Sindicato mundial que agrega os trabalhadores do setor de serviços, incluindo os vigilantes, encaminhou nesta terça-feira nota de solidariedade a greve dos vigilantes da Bahia. O mundo está de olho na nossa luta contra a humilhação, o deboche patronal e por justiça.
SINDVIGILANTES/BA
0