Pular para o conteúdo principal

DESEMBARGADOR DO TJ NEGA EXECUÇÃO DE PENA DE EX-PREFEITO DE JUAZEIRO


O desembargador Nilson Castelo Branco, do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), 
negou a execução provisória de uma pena contra Isaac Cavalcante de Carvalho,
 ex-prefeito de Juazeiro, no Vale do São Francisco. O desembargador é relator de uma
 ação penal movida pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) contra o ex-gestor, por 
desvio de verba. Isaac já foi condenado a um ano e 11 meses de prisão. A pena foi 
substituída por prestação de serviços à comunidade e pagamento de 100 dias-multas 
no valor de um salário mínimo cada dia.
Segundo a denúncia, em 2010, a previsão orçamentária e de despesas da 
municipalidade era de R$ 300 milhões. O então prefeito havia recebido autorização para 
abrir créditos adicionais suplementares de R$ 210 milhões, fazendo efetivamente no importe 
de R$ 164 milhões, por meio de anulações de dotações orçamentárias. Ainda de acordo 
com o MP, do total de créditos adicionais suplementares, R$ 111 milhões foram abertos 
sem observação das leis vigentes. O ato foi considerado desvio de verba, pois Isacc teria
 se valido de vários decretos irregulares para abrir os créditos orçamentários.
No recurso, que tramita na 1ª Câmara Criminal do TJ-BA, o MP pede a execução 
provisória da pena, sob o argumento que o Supremo Tribunal Federal (STF) já entendeu
 que uma sentença condenatória pode ser executada a partir de decisão de segundo grau, 
sem necessidade do trânsito em julgado. O MP afirma que a medida torna “mais efetiva 
a tutela criminal em casos de potencial risco da extinção da punibilidade”. Também diz 
que não há lesão ao princípio da presunção de inocência “ante a inexistência de duplo
 grau de jurisdição em ações penais originárias, por não haver na sistemática 
processual possibilidade de reanálise de fatos e provas”. Ao analisar a questão, o 
desembargador afirmou que tal pedido vai de encontro ao previsto no artigo 5 da 
Constituição Federal, que estabelece que, “ninguém será considerado culpado até o 
trânsito em julgado de sentença penal condenatória”.
Castelo Branco seguiu a linha de entendimento do ministro Marco Aurélio Mello, de que
 uma pena só pode ser executada quando não cabe mais recursos. “A 
Constituição consagrara a excepcionalidade 
da custódia no sistema penal brasileiro, sobretudo no tocante à supressão da liberdade 
anterior ao trânsito em julgado da decisão condenatória. A regra seria apurar para, em 
execução de título judicial condenatório precluso na via da recorribilidade, prender. A 
exceção correria à conta de situações individualizadas nas quais se pudesse 
concluir pela incidência do disposto no art. 312 do CPP [Código de Processo Penal]”, 
avalia o magistrado. Para o relator, a execução provisória de uma pena pode trazer 
“graves prejuízos ao condenado, inclusive quando se trata da execução provisória de 
pena restritiva de direitos, a qual pode ser convertida em privativa de liberdade, bem 
como ao próprio Estado, caso o Acórdão condenatório venha a ser reformado”. Ainda
 em seu voto, Castelo Branco afirmou que não há notícias que o artigo 5 da Constituição
 não foi declarado inconstitucional, e que, por isso, “têm eficácia contra todos e efeito 
vinculante em relação aos órgãos do Poder Judiciário e à Administração Pública federal, 
estadual e municipal”. Isaac ainda foi delatado por Alexandre Lopes Barradas, 
ex-diretor da Odebrechet Ambiental, por por supostamente receber R$ 300 mil para a 
campanha eleitoral de 2012.
Fonte: Bahia Notícias Foto de Arquivo
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Senhor do Bonfim-BA: Jovem de 17 anos se enforca no Alto da Rainha. Por volta das 15 horas deste sábado após voltar a sua casa para levar o almoço de seu irmão a jovem, Mirela, teve o pior susto de sua vida ao se deparar com o corpo de seu irmão MURILO SILVA MALTA DOS SANTOS,  de apenas 17 anos, enforcado com uma corda no pescoço, na sala próximo a cozinha.
Nosso Repórter Netto Maravilha esteve no local, Rua Iara Torres, Bairro Alto da Rainha, nº 159 em Senhor do Bonfim, e ouviu várias pessoas da família que sem acreditar no fato, se questionavam, o porque daquilo, “um jovem que nunca bebeu, não tinha inimigos, ele saiu ontem com amigos de trabalho da empresa Moto Gamboa, por volta de 23 horas nós começamos a procurar por ele, pois nunca tinha bebido nem tinha costume de demorar assim”, comentou o cunhado.
A mãe em prantos relatava para uma amiga, que seu filho havia chegado bastante embriagado em casa que nem conseguia segurar direito no portão, e que vomitou a casa, ela havia limpado e…
POLICIAL: MOTOQUEIRO MORRE AO COLIDIR FRONTALMENTE COM CARRETA NA BR 407 ENTRE TANQUINHO E TIJUAÇU
Por volta das 21h40min deste sábado  (05),  um jovem identificado por REGIVALDO, morador do povoado de Passagem Velha, zona rural de Senhor do Bonfim teve morte instantânea, ao colidir com uma moto ainda sem dados, contra uma carreta na altura do Km 144 da BR 407,  entre Tanquinho e Tijuaçu.


De acordo com as primeiras informações ele teria invadido a contramão indo de encontro a carreta

PRF, DPT da Civil e PM encontram-se no local.

Breve mais detalhes aqui no Maravilha Notícias.


Maravilha Notícias
Jovem morre após ser baleado em Ibiaporã Na tarde deste sábado, 05 de novembro de 2016, um jovem conhecido como Marinho, foi morto a tiros no município de Mundo Novo-BA.
O crime aconteceu por volta das 15 horas, na Rua Joaquim Sacerdote, no distrito de Ibiaporã, conhecido como Bonita. 
De acordo com informações de populares, o jovem se envolveu numa briga e sofreu um disparo de espingarda. Depois, ele foi socorrido e encaminhado para o hospital de Tapiramutá, mas não resistiu e morreu.

O jovem morava em Ibiaporã. O corpo será encaminhado para o IML da região, depois será liberado para o sepultamento.

Da redação do Blog Agmar Rios