Mais de 400 botijões são apreendidos em Salvador por comercialização ilegal


Mais de 400 botijões de gás foram apreendidos em bairros de Salvador, nessa quarta-feira (12). A operação conjunta da Delegacia de Defesa do Consumidor, da Polícia Civil e da Agência Nacional de Petróleo (ANP) foi deflagrada com o intuito de combater a comercialização ilegal de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP). A ação resultou na condução de 13 pessoas para a sede da Decon, na Rua Carlos Gomes. Nos bairros de Dom Avelar, Castelo Branco e Vila Canária, 10 depósitos clandestinos e uma revendedora autorizada foram vistoriados. "Descobrimos que esta revendedora vinha fornecendo botijões para serem revendidos por estabelecimentos não autorizados pela ANP", explicou a delegada Idalina Otero, titular da Decon. Ainda de acordo com a delegada, os funcionários do estabelecimento faziam o transporte dos botijões em motocicletas equipadas com as chamadas “cangalhas”, fato que pode ocasionar risco à integridade dos transeuntes e motoristas próximos. “O gás GLP é inflamável, portanto, deve ser armazenado e transportado em condições seguras, em obediência às normas legais, para evitar risco de explosão e incêndio”, acrescentou. A 13 pessoas conduzidas à delegacia foram interrogadas e serão indiciadas por crime contra a ordem pública e por crime ambiental. A delegada ressaltou que está é apenas a primeira de uma série de operações que ocorrerão até o fim do ano. BN
0