Ex-cinegrafista da TV Bahia e irmão gêmeo foram mortos por vingança


Irmão do ex-cinegrafista da TV Bahia, morto em agosto de 2016, o comerciante Jailton Carvalho Santos foi preso com dois carros roubados, nessa segunda-feira (24). Em setembro de 2014, ele já havia sido condenado a 14 anos de prisão pelo assassinato do cigano Jair Ferraz de Almeida, porém, em novembro de 2016, Jailton fugiu da Penitenciária Lemos Brito (PLB). Segundo informações do Correio, ficou confirmado que o crime foi motivado para que Jailton não tivesse que pagar uma dívida. No entanto, o assassinato do cigano desencadeou uma série de homicídios na família do próprio Jailton. Entre as vítimas fatais estão o ex-cinegrafista Cézar Silvio e seu gêmeo, o advogado Silvio Cézar Carvalho Santos. Os dois foram mortos por homens que se aproximaram de motocicleta na Baixa do Tubo, no bairro de Cosme de Farias, onde funcionava o escritório de Silvio. O comerciante foi capturado após uma operação conjunta entre investigadores da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Veículos (DRFRV) e do setor de inteligência da Polícia Militar, que ficaram de campana para prender suspeitos de envolvimento no roubo de carros. Além de Jailton, a operação prendeu outros dois homens, Lázaro Magno da Silva Alcântara, 29 anos, e Felipe Bitencourt de Araújo, 36, com dois carros roubados. BN
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog