Pular para o conteúdo principal

Em meio à seca, cidade baiana enfrenta nova enxurrada após tragédia de 2013

Um dos municípios que teve a situação de emergência reconhecida em fevereiro por conta da seca, Lajedinho, na Região da Chapada Diamantina, registrou fortes chuvas no fim da noite desta sexta-feira (31). O temporal voltou a causar muitos transtornos ao município, que sofre com lembranças da chuva que deixou 17 mortos e mais de 600 desabrigados em dezembro de 2013.
Foto: Edmundo Carvalho
Desta vez, pelo menos 20 famílias ficaram desalojadas. Segundo a Defesa Civil, foram 150 mm em cerca de duas horas, o que representa um volume de chuva esperado para três meses. A chuva começou por volta das 23h.
De acordo com o morador Marcos Antônio, o canal que corta a cidade não suportou a força da natureza, transbordou e voltou a alagar a parte baixa do município. “Os moradores que nem sequer tinham se reconstruído da tragédia anterior, voltaram a perder geladeira, sofá, as poucas coisas que tinham comprado de lá para cá. Muitas dessas pessoas estão com aluguel social ainda, sem casa própria”, destaca Antônio. Segundo ele, até hoje as casas construídas pelo poder público não foram entregues à população.
Segundo o prefeito de Lajedinho, Marcos Mota (PSD), a prefeitura trabalha para resolver a situação dos atingidos. “Foi uma noite de grande tensão, por conta das lembranças do que vivemos em 2013, com a chuva que praticamente destruiu a nossa cidade”, afirmou.

Além das casas, muitas ruas da cidade tiveram o calçamento totalmente destruído e foram invadidas pela lama. Ainda de acordo com o morador Marcos Antônio, a feira realizada aos finais de semana teve de mudar de local neste sábado (1º). A prefeitura e a Defesa Civil seguem trabalhando no município, onde não voltou a chover. A previsão é de tempo nublado e pancadas de chuva nos próximos dias.
Com informações do Correio24horas
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Senhor do Bonfim-BA: Jovem de 17 anos se enforca no Alto da Rainha. Por volta das 15 horas deste sábado após voltar a sua casa para levar o almoço de seu irmão a jovem, Mirela, teve o pior susto de sua vida ao se deparar com o corpo de seu irmão MURILO SILVA MALTA DOS SANTOS,  de apenas 17 anos, enforcado com uma corda no pescoço, na sala próximo a cozinha.
Nosso Repórter Netto Maravilha esteve no local, Rua Iara Torres, Bairro Alto da Rainha, nº 159 em Senhor do Bonfim, e ouviu várias pessoas da família que sem acreditar no fato, se questionavam, o porque daquilo, “um jovem que nunca bebeu, não tinha inimigos, ele saiu ontem com amigos de trabalho da empresa Moto Gamboa, por volta de 23 horas nós começamos a procurar por ele, pois nunca tinha bebido nem tinha costume de demorar assim”, comentou o cunhado.
A mãe em prantos relatava para uma amiga, que seu filho havia chegado bastante embriagado em casa que nem conseguia segurar direito no portão, e que vomitou a casa, ela havia limpado e…
POLICIAL: MOTOQUEIRO MORRE AO COLIDIR FRONTALMENTE COM CARRETA NA BR 407 ENTRE TANQUINHO E TIJUAÇU
Por volta das 21h40min deste sábado  (05),  um jovem identificado por REGIVALDO, morador do povoado de Passagem Velha, zona rural de Senhor do Bonfim teve morte instantânea, ao colidir com uma moto ainda sem dados, contra uma carreta na altura do Km 144 da BR 407,  entre Tanquinho e Tijuaçu.


De acordo com as primeiras informações ele teria invadido a contramão indo de encontro a carreta

PRF, DPT da Civil e PM encontram-se no local.

Breve mais detalhes aqui no Maravilha Notícias.


Maravilha Notícias
Jovem morre após ser baleado em Ibiaporã Na tarde deste sábado, 05 de novembro de 2016, um jovem conhecido como Marinho, foi morto a tiros no município de Mundo Novo-BA.
O crime aconteceu por volta das 15 horas, na Rua Joaquim Sacerdote, no distrito de Ibiaporã, conhecido como Bonita. 
De acordo com informações de populares, o jovem se envolveu numa briga e sofreu um disparo de espingarda. Depois, ele foi socorrido e encaminhado para o hospital de Tapiramutá, mas não resistiu e morreu.

O jovem morava em Ibiaporã. O corpo será encaminhado para o IML da região, depois será liberado para o sepultamento.

Da redação do Blog Agmar Rios