Pular para o conteúdo principal

FHC diz que aprovar lista fechada no Congresso 'cheira a impunidade'


Em um vídeo postado nas redes sociais na manhã desta quarta-feira (22), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) critica a tentativa de os congressistas aprovarem uma reforma política que garanta seus privilégios e os livrem das implicações de eventuais inquéritos no âmbito da Operação Lava Jato. Segundo FHC, tanto os partidos quanto os políticos estão "mal das pernas" e, por isso, ele não acredita que este seja o momento adequado para se aprovar a tese da lista fechada porque isso pode "cheirar a impunidade". "Reforma política viável hoje é aprovar o que já está na Câmara, tem leis importantes já aprovadas pelo Senado", disse, citando a que proíbe coligação nas eleições de deputados e de vereadores. Ele explica que, por esse princípio, o eleitor vota em um candidato e acaba elegendo outro. "Se dois partidos se coligam, você não sabe em quem está votando, pelo quórum eleitoral. Então, é melhor proibir." O ex-presidente continua: "Em segundo lugar, é muito importante também que haja uma lei que diga: olha, um partido que não recebeu x votos em tais números de Estados não vai ter representação na Câmara. Não tem vantagens na Câmara, porque não é partido, tentou ser partido." Em uma espécie de 'mea-culpa', Fernando Henrique avalia: "Os nossos partidos, hoje, vamos falar com franqueza, vão muito mal das pernas. Os políticos, todos, estamos mal das pernas. Então, não acho que seja o momento de fazermos propostas." E cita a reforma política em discussão no parlamento, com foco na lista fechada e na anistia à prática de caixa 2. Ao falar da proposta de lista fechada, o presidente de honra do PSDB diz que a direção do partido é quem vai escolher quem serão o primeiro, segundo e terceiro eleitos e o povo vai votar em partidos. E critica: "Mas o povo nem sabe os nomes dos partidos. Não são partidos, a maioria, são legendas. E mais: não dá para aprovar nada que tenha cheiro de impunidade. Essa é uma lei que tem o objetivo de evitar que a Lava Jato vá adiante, não pode." Na avaliação de FHC, quem praticou crimes ou errou deve ser punido e as leis estão aí para isso. "Depende do que fez. Fez corrupção, ganhou dinheiro porque tirou dinheiro da Petrobras ou porque recebeu dinheiro de uma empresa para fazer uma lei a favor desta empresa? É crime de corrupção. E não declarou? É falsidade ideológica", exemplificou. No vídeo de cerca de dois minutos, o presidente de honra do PSDB também fala da prática de caixa 2: "Caixa 2 também é crime, mas é outro tipo de crime, está capitulado no Código Penal. Deixa que a Justiça separe o que é caixa 2, o que é crime de corrupção. O que pode ser punido com a não eleição e o que vai para a cadeia. Não somos nós, os políticos ou os lideres nacionais, que vão opinar. Quem tem de opinar nessa matéria é a Justiça, nós temos de dar força às instituições porque o Brasil neste momento não acredita mais em quase nada. Então, vamos, pelo menos, fazer com que as instituições valham." No início deste mês, em nota divulgada à imprensa, para defender o correligionário Aécio Neves, o ex-presidente relativizou a utilização do caixa 2 nas campanhas eleitorais, destacando que havia diferença entre os recursos recebidos para financiar campanhas políticas - "um erro que precisa ser reparado ou punido", e os recebido pelos partidos por fora, para enriquecimento pessoal - "crime puro e simples de corrupção". Na defesa do senador mineiro, FHC disse que ele não pediu doação de caixa 2 para aliados e que o próprio Marcelo Odebrecht havia declarado que as doações à campanha presidencial tucana de 2014 foram feitas dentro da legalidade.

por Elizabeth Lopes | Estadão Conteúdo
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Senhor do Bonfim-BA: Jovem de 17 anos se enforca no Alto da Rainha. Por volta das 15 horas deste sábado após voltar a sua casa para levar o almoço de seu irmão a jovem, Mirela, teve o pior susto de sua vida ao se deparar com o corpo de seu irmão MURILO SILVA MALTA DOS SANTOS,  de apenas 17 anos, enforcado com uma corda no pescoço, na sala próximo a cozinha.
Nosso Repórter Netto Maravilha esteve no local, Rua Iara Torres, Bairro Alto da Rainha, nº 159 em Senhor do Bonfim, e ouviu várias pessoas da família que sem acreditar no fato, se questionavam, o porque daquilo, “um jovem que nunca bebeu, não tinha inimigos, ele saiu ontem com amigos de trabalho da empresa Moto Gamboa, por volta de 23 horas nós começamos a procurar por ele, pois nunca tinha bebido nem tinha costume de demorar assim”, comentou o cunhado.
A mãe em prantos relatava para uma amiga, que seu filho havia chegado bastante embriagado em casa que nem conseguia segurar direito no portão, e que vomitou a casa, ela havia limpado e…
POLICIAL: MOTOQUEIRO MORRE AO COLIDIR FRONTALMENTE COM CARRETA NA BR 407 ENTRE TANQUINHO E TIJUAÇU
Por volta das 21h40min deste sábado  (05),  um jovem identificado por REGIVALDO, morador do povoado de Passagem Velha, zona rural de Senhor do Bonfim teve morte instantânea, ao colidir com uma moto ainda sem dados, contra uma carreta na altura do Km 144 da BR 407,  entre Tanquinho e Tijuaçu.


De acordo com as primeiras informações ele teria invadido a contramão indo de encontro a carreta

PRF, DPT da Civil e PM encontram-se no local.

Breve mais detalhes aqui no Maravilha Notícias.


Maravilha Notícias
Jovem morre após ser baleado em Ibiaporã Na tarde deste sábado, 05 de novembro de 2016, um jovem conhecido como Marinho, foi morto a tiros no município de Mundo Novo-BA.
O crime aconteceu por volta das 15 horas, na Rua Joaquim Sacerdote, no distrito de Ibiaporã, conhecido como Bonita. 
De acordo com informações de populares, o jovem se envolveu numa briga e sofreu um disparo de espingarda. Depois, ele foi socorrido e encaminhado para o hospital de Tapiramutá, mas não resistiu e morreu.

O jovem morava em Ibiaporã. O corpo será encaminhado para o IML da região, depois será liberado para o sepultamento.

Da redação do Blog Agmar Rios