terça-feira, 14 de março de 2017

Caso Felipe Yves: criminoso diz que cantor foi morto por ligação com tráfico


 Bocão News | Fotos: Alberto Maraux / Divulgação
 
O terceiro envolvido na morte do compositor e cantor, Felipe Yves, foi apresentado nesta terça-feira (14), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), em Salvador. Na oportunidade, Ueslei Silva Sarinho, conhecido como Heures, 22 anos, acusou a vítima de também ter envolvimento com o tráfico. 
 
Para imprensa, ele disse que disparou quatro tiros contra o músico. Depois, ele disse que saiu do local do crime e tentou se esconder em Castelo Branco. Heures também disse que o motivo da execução do cantor foi sua ligação com o tráfico de drogas.
 
Heures, um dos líderes do tráfico em Cajazeiras 11, foi preso nesta segunda-feira (13), no bairro de Castelo Branco, na casa de sua mãe dele.
 
 
Mais informações em instantes
Postar um comentário