Adolescente que queria matar companheira de 15 anos é preso e confessa 10 homicídios




Está preso na Delegacia de Homicídios de Feira de Santana, Alisson de Oliveira Lima, 18 anos completados no último dia 2 de março e acusado de ter cometido cerca de 10 homicídios nos últimos dois anos. A prisão foi feita por investigadores da DH, depois de ter planejado matar a companheira de 15 anos, que escapou por conseguir se trancar no banheiro e pedir socorro pelo celular. Os policiais chegaram pouco tempo depois e evitaram a morte da adolescente.


Sem esperar que a polícia estivesse a caminho da casa dele, Alisson acabou preso e autuado em flagrante na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher(Deam). A delegada Maria Clécia Vasconcelos pediu e conseguiu da justiça a confirmação da prisão preventiva contra ele.

Ouvida na Deam, a companheira de Alisson confirmou que estava sendo ameaçada de morte por ele e descreveu as ações do companheiro, a qual contribuiu para avançar na elucidação de alguns homicídios. Confrontado, pelos policiais, com as informações obtidas, Alisson acabou assumindo vários crimes que eram imputados a ele.

Alisson disse, por sua vez, que agia cumprindo ordens recebidas de dentro do presídio para executar as vítimas. Entre elas estão Jeferson França Souza, morto em 19 de julho de 2016, na Chácara São Cosme; Walace de Oliveira Torres, em 21 de agosto de 2016, em Senador Quintino; Vera Lúcia Silva Alves, em 25 de setembro de 2016, na Praça da Paquera; Jocivaldo Costa de Oliveira, em 19 de fevereiro de 2017, no Tomba, e João Vítor dos Santos Paixão, em 5 de março de 2017, na Chácara São Cosme, este último já maior de idade.


Alisson admitiu, ainda, a participação em um quíntuplo homicídio ocorrido no dia 21 e agosto de 2016, no Bairro Portelinha, juntamente com outros criminosos. Com as ocorrências registradas na Delegacia do Adolescente Infrator(DAI), a delegada vai pedir a internação provisória de Alisson pelos homicídios praticados quando ainda era adolescente e, caso condenado, cumprirá medida socioeducativa por até três anos.


Ele ainda vai responder pela tentativa de homicídio contra a mulher dele, mas já irá responder a esse processo como maior de idade.
Agora na Bahia 

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog