terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Homem fica dois dias presos em São Paulo ao ser confundido com procurado pela justiça de Paramirim-BA

O homem preso no último sábado (4) ao tentar renovar documentos no Poupatempo de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, foi solto no início da noite desta segunda-feira (6). A soltura ocorreu por determinação de um juiz de Paramirim, na Bahia.

Eduardo José Moreno foi ao Poupatempo sábado junto com a esposa (4) para renovar o RG. Quando o casal era atendido, Eduardo foi levado para outra sala, de onde saiu algemado direto para delegacia. A consulta de antecedentes criminais mostrou que havia um mandado de prisão no nome dele devido a um roubo de carga na Bahia, expedido em agosto de 2008 pela Vara Criminal de Paramirim.

A família afirma que os documentos dele foram usados por um criminoso que tem o mesmo nome e foi condenado por roubo e formação de quadrilha. Eduardo perdeu os documentos, como carteira de identidade e habilitação, 19 anos atrás. Ele registrou um boletim de ocorrência no dia 24 de maio de 1998.

Nesta segunda, o juiz de Paramirim reconheceu que a foto usada nos documentos do homem procurado pela polícia era diferente da foto usada no documento do homem preso em São Bernardo do Campo. Além disso, o nome da mãe deles era diferente.

No fim desta tarde, a delegacia de São Bernardo do Campo recebeu decisão da Justiça de Paramirim determinando a soltura do homem. Ao sair da cadeia, Moreno disse estar muito abalado, tentando entender o que aconteceu, e afirmou que não deseja para ninguém o que ocorreu com ele.

Entre os documentos mostrados à Justiça pela defesa de Moreno para solicitar a soltura estão o comprovante de votação de Eduardo, emitido em outubro de 2005, e a documentação que atesta a venda de um carro na época do crime cometido na Bahia.

O irmão de Moreno, o especialista em tecnologia Fernando José Moreno, chama atenção para a falta de comunicação entre os sistemas de segurança no país.

“Meu irmão votou, esteve na Polícia Federal para renovar passaporte, saiu do país, voltou, vendeu o carro, e nenhum sistema se comunica. De repente, em uma renovação de RG no Poupatempo, ele sai algemado e a gente não consegue tirá-lo da delegacia”, comenta Fernando. (G1 São Paulo)
Postar um comentário

Postagem em destaque

Bonfim: 6º dia de greve, novas propostas serão apresentadas na manhã de hoje defronte a prefeitura Facebook Twitter Google+ ...