segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Campo Formoso receberá recursos em obras para aliviar os efeitos da estiagem


A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) assegurou R$ 579 mil para 11 municípios do Norte baiano.
O valor irá financiar ações que contribuem para o acúmulo de água de chuvas na zona rural das cidades, cuja população convive com os efeitos da estiagem prolongada.
O repasse será aplicado na execução de obras e serviços de engenharia civil para construção, limpeza ou desassoreamento de 40 aguadas. Em alguns municípios, como Mirangaba e Ourolândia, os trabalhos já começaram.
Também vão receber a ação comunidades rurais de Campo Alegre de Lourdes, Campo Formoso, Curaçá, Sento Sé, Remanso, Pilão Arcado, Juazeiro, Glória e Chorrochó.
“Agora é só esperar a chuva”, comemora o produtor familiar Adelício Gomes da Cunha, da fazenda Riacho Branco, em Mirangaba, onde uma aguada já foi concluída. Ele mantém, junto a três filhos, um pequeno rebanho de bovinos e planta mandioca, feijão, milho e capim para forragem.
Os recursos federais investidos na ação são do Orçamento Geral da União destinados à Codevasf por emendas parlamentares; os trabalhos ficam a cargo da 6ª Superintendência Regional, sediada em Juazeiro.
ReservatóriosA ação tem como objetivo melhorar a condição dos reservatórios já existentes e a construção de novos para acumulação de água da chuva – que pode ser utilizada por um período de até um ano, dependendo do índice pluviométrico anual da região.
As aguadas já existentes e as previstas para construção possuem um volume de acumulação que varia entre 7 e 21 metros cúbicos de água. O líquido acumulado é usado na dessedentação animal e em pequenos cultivos, como de hortifrutigranjeiros ou de forragem para sobrevivência de pequenos rebanhos.
No interior dos municípios de Campo Formoso, Curaçá, Glória, Juazeiro, Pilão Arcado e Remanso, a iniciativa vai beneficiar cerca de 20 agricultores familiares em cada um, totalizando algo em torno de 120 famílias.
Em Sento Sé, serão 40 famílias com acesso à água facilitado. Já em Ourolândia, a previsão é de que as aguadas atendam 50 famílias. Nas localidades rurais dos municípios de Chorrochó e Mirangaba, cerca de 60 famílias, em cada um, deverão ser beneficiadas.
O maior número de beneficiários está concentrado no município de Campo Alegre de Lourdes: 70 famílias. O prazo para conclusão dos trabalhos em todas as localidades previstas é de dez meses.
Postar um comentário

Postagem em destaque

  Bonfinense Karina Tavares já em Brasília representando nossa Região no Programa Sessão Pedagógica no parlamento   Cleber Vieir a ...