Policial militar mata ex-namorada após término e admite crime em rede social

SEXTA-FEIRA, 13 DE JANEIRO DE 2017

Policial militar mata ex-namorada após término e admite crime em rede socialUm policial militar de São Paulo matou a ex-namorada com pelo menos 10 tiros na noite desta quarta-feira (11). Márcio Silva Lima não aceitava o fim do relacionamento com Janaína Mitiko, de 32 anos. Eles namoraram por cerca de dois anos e terminaram pouco antes do Natal de 2016. Recepcionista e estudante universitária, Janaína foi morta por volta das 22h30, ao voltar a pé para casa após sair da academia. O ex-namorado a esperava dentro de um carro, de onde saiu, agrediu a jovem e disparou vários tiros, fugindo em seguida. No entanto, segundo o R7, momentos depois o soldado postou uma mensagem em seu perfil no Facebook admitindo o crime e se entregou em um batalhão da 24º DP. "A todos meus amigos, me perdoem, matei a Janaína", escreveu ao relatar uma suposta traição da ex-namorada. Segundo o G1, uma amiga lamentou o caso nas redes sociais. "Uma das partes não aceita o término e comete o crime. (...) É o fim de duas vidas: de um lado, uma moça linda fazendo faculdade de Pedagogia e uma mãe que gostaria de ver a filha formada, e do outro um homem se achando maior que Deus e ao mesmo tempo legal, com uma carreira destruída", disse. O PM, que trabalhava no setor administrativo, será transferido ao presídio Romão Gomes.
Informação do G1 
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

IDENTIFICADA A VÍTIMA DE HOMICÍDIO NA FEIRA DO ALTO DA MARAVILHA