Guanambi: Homem morto estava com mais de R$7 milhões em cheques e notas promissórias.



Salvador Oliveira Dourado, conhecido como Marcílio Cigano, foi morto na manhã desta segunda-feira (30) em Guanambi. Dentro do seu veículo de Marcílio, um Fiat Strada, a polícia encontrou um revólver calibre 38, R$7.211.891,22 ( sete milhões duzentos e onze mil oitocentos e noventa e um reais e vinte dois centavos) em notas promissórias e R$368.000,00 (trezentos e sessenta e oito mil reais) em folhas de cheque. A suspeita é de que Marcílio agia como agiota e como cobrador de dívidas de terceiros.

Os autores do homicídio fugiram em um veículo Spacefox de cor preta, placa de Pelotas, Rio Grande do Sul. Eles bateram o veículo a poucos metros do local do homicídio e fugiram a pé. A polícia foi acionada e localizou dois suspeitos escondidos em um lote nas intermediações de um posto de combustíveis na Av. Barão do Rio Branco, houve resistência, um dos indivíduos foi morto no confronto, Tiago Rodrigues de Souza foi preso e apresentado na delegacia. No veículo usado pelos autores do homicídio, a polícia encontrou uma carabina e um revolver, ambos de calibre 38.

Um terceiro envolvido usou um moto-táxi para fugir, ele pediu ao condutor que o levasse para pegar um ônibus em uma empresa e na rodoviária, como não havia condução em nenhum dos dois lugares, ele propôs que o mototaxista o levasse à Espinosa. Após alerta da polícia, um cerco foi fechado e eles foram abordados em Pindaí. Daniel Soares dos Reis foi preso e encaminhado à delegacia, o mototaxista disse que não sabia que seu passageiro se tratava de um homem em fuga. Segundo o mototaxista, o homem disse que queria visitar a mãe doente em Espinosa. (Redação 96FM)

Em Destaque na imagem ‘Marcílio Cigano’, à esquerda os veículo da vítima e dos autores e dois suspeitos presos.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

IDENTIFICADA A VÍTIMA DE HOMICÍDIO NA FEIRA DO ALTO DA MARAVILHA