Crise de água em Campo Formoso-BA: Protesto bloqueia por 6 horas rodovia em Poços

Crise de água: Protesto bloqueia por 6 horas rodovia em Poços

Moradores do distrito de Poços, em Campo Formoso (BA) bloquearam a rodovia BA 220 desde às 5h da manhã deste sábado (28). Eles queimaram colchão, paus e pneus e reivindicaram melhorias no fornecimento de água da localidade.

Os manifestantes disseram que a população do povoado de Mulungu, a cerca de três quilômetros de Poços, e da localidade de Limoeiro bloquearam as estradas de pirraça para nenhum motorista desviar o caminho.

Um dos representantes de Poços disse em entrevista à reportagem da rádio 98 FM que a distribuição feita por dois carros pipa não atende as necessidades dos moradores. Além disso, muita gente se sente obrigada a comprar água.

Duas guarnições da polícia militar fizeram a segurança no local para evitar conflitos entre manifestantes e condutores de veículos que ficaram na rodovia. Segundo a polícia, o movimento foi pacífico.

Já por volta das 9h40 a prefeita Rose Menezes (PSD) se reuniu na casa dela com quatro representantes do protesto, o secretário de infraestrutura Paulo Henrique de Carvalho e o Tenente PM Charles. A reportagem da 98 FM acompanhou a reunião e passou ao vivo as informações da negociação para a liberação da pista com soluções para crise de água.

No encontro ficou decidido que a partir da próxima semana a prefeitura irá se articular para aumentar a distribuição de água em Poços por meio de carros pipa. A gestora Rose Menezes afirmou também que já dialoga com o governo da Bahia sobre a possibilidade da construção de uma adutora para Poços. Somente às 11h os manifestantes encerraram o ato. (Foto: Leandro Daniel / Redação do site da 98 FM)
0