segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Agressor de Valdemiro Santiago diz que pastor o provocou em culto


O homem que feriu o pastor Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, com um facão durante um culto neste domingo (8/1) afirmou à polícia que o motivo do ataque teria sido uma provocação feita pelo religioso. As informações são da revista Veja São Paulo.

Segundo o ajudante geral Jonathan Gomes Higino, de 20 anos, o pastor teria dito: “Vamos crucificar ele”, referindo-se ao agressor. A declaração foi feita durante um culto na igreja em julho do ano passado. O relato consta em depoimento prestado ao 8º Distrito Policial de São Paulo.

Na delegacia, Higino disse que pegou a arma usada no crime há cerca de duas semanas, dentro do quintal de uma residência. Ele foi preso em flagrante e vai responder por tentativa de homicídio.
Com informações de Veja. 
Postar um comentário

Postagem em destaque

  Bonfinense Karina Tavares já em Brasília representando nossa Região no Programa Sessão Pedagógica no parlamento   Cleber Vieir a ...