sábado, 10 de dezembro de 2016

45º Zona eleitoral diplomou eleitos em Bonfim e Andorinha


Cerimônia de diplomação de eleitos ocorreu nesta sexta-feira (09). Foram diplomados no município de Senhor do Bonfim 15 vereadores e suplentes em Andorinha foram  diplomados 9 vereadores e suplentes
A 45° Zona Eleitoral de  Senhor do Bonfim, realizou nesta sexta-feira (9) a cerimônia de diplomação dos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores eleitos no pleito municipal 2016, em Senhor do Bonfim e Andorinha. O evento aconteceu no Auditório  do Fórum Desembargador Edgar Simões.
Foram diplomados no Município  de Senhor do Bonfim 15 vereadores, suplentes, o prefeito eleito, Carlos Alberto Lopes Brasileiro (PT), e o vice-prefeito José Antônio  Souza  de Oliveira (PSB), que receberam o documento oficial. Em Andorinha foram diplomados 09 vereadores, Suplentes, o prefeito eleito Renato Brandão de Oliveira  (PP), e o Vice-prefeito José Vitor Soares (PMDB).Os candidatos eleitos para quatro anos de mandato vão ocupar os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereadores das câmaras municipais.
De acordo com o TRE, a diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo. A cerimônia acontece após terminado o pleito, apurados os votos e passado o prazo de questionamento da validade das candidaturas.
O prefeito eleito Carlos Brasileiro disse, na ocasião, que a partir do dia 1º de janeiro, quando será empossado gestor municipal, pretende atuar de forma intensa na cidade, buscando apoio com a câmara de Senhor do Bonfim.
“A cidade de Andorinha terá um prefeito atuante que vai lutar para resolver os problemas que atingem nosso município. Vou manter uma relação sadia e com compromisso junto com os vereadores”, falou Renatinho prefeito diplomado.
Carlos Brasileiro venceu as eleições municipais de 2016, com 22.140 votos, O prefeito de Andorinha Renatinho venceu as eleições, com 4.683 votos.
Nonato  Notícias

Mulher conduzida à Delegacia por maus tratos a uma pessoa idoso


Policiais da Companhia da 1ª Companhia/Sr. do Bonfim, na manhã de quinta-feira,dia 08, conduziram uma mulher à Delegacia por maus tratos a uma pessoa idoso.

Por volta das 8 horas, policiais da 1ª Companhia, conduziram à Delegacia uma mulher, de 40 anos, segundo seus vizinhos, a mulher estava mal tratando a sua mãe, uma senhora de 80 anos, ainda segundo os visinhos, o motivo dos maus tratos teria sido questão ligada ao beneficio do INSS, que a senhora recebe mensalmente. O fato ocorreu no bairro Alto da Maravilha.

Os policiais conduziram a acusada a Delegacia de Polícia Civil para a adoção das devidas providências.

Quatro pessoas foram presas em operação policial no povoado de Malhada Nova, município de Macajuba

O povoado de Malhada Nova, no município de Macajuba, durante algum tempo ficou refém da família Moreira Brito. Incentivados pelos seus genitores, oito irmãos, impunham terror e medo na pacata população do local. 

Os envolvidos são acusados de dois homicídios e quatro tentativas de homicídios e usam da coação, da ameaça, do uso de arma de fogo para calar suas vítimas e testemunhas. 

No povoado era comum o roubo de gado e os autores, vulgarmente conhecidos como Gude, Zaza, Bicão, Aringo, Poró, Índio, Léo e Garão, usavam da imposição do terror e da ameaça a fim de que ninguém os denunciasse.

Em janeiro deste ano, Ajurimar, popularmente conhecido como Tutu e em outubro, Edilson, ambos homens simples e lavradores da região, foram mortos pelos denunciados porque resolveram não se calar e denuncia-los como ladrões de gado. Pagaram com a vida.
Da mesma sorte, Cosme, Coquinha, Diego e Antoniel, também sofreram tentativa de homicídio, pelos brutamontes, pelo simples fato de denunciar os meliantes e colaborar com Edilson não localização do seu gado roubado. 

No mês de outubro, dois irmãos dos acusados foram mortos no município de Macajuba, certamente em represália da população, por não mais suportar os desmandos da quadrilha. Desta forma, a polícia civil de macajuba passou a fazer uma investigação para conseguir prender os irmãos meliantes. 

Por residir em local de difícil acesso e com uma visão privilegiada, sempre que eram procurados pela polícia, os acusados se escondiam e empreendiam fuga e não atendiam a intimação policial.

Na madrugada desta quinta-feira, 08 de dezembro de 2016, em cumprimento a decisão judicial prolatada nos autos de n° 0000657-93.2016.805.0218, a Policia Civil de Macajuba, no comando do Delegado de Polícia Civil, Almir Góes, com importante apoio de duas guarnições da CIPE Chapada, de uma da Rondesp, da Policia Militar de Macajuba e Baixa Grande, da 12ª Coordenadoria de Policia Civil de Itaberaba e da Delegacia de Polícia Civil de Pintandas, realizou a operação denominada "Malhada Nova", com a finalidade de cumprir os mandados de prisão e de busca, todos autorizados pela justiça criminal. 

Ao chegar ao local, conhecido como Fazenda Jibóia, onde reside os indiciados José Moreira Brito (Zaza), Sergio Moreira Brito (Gude) Carlos Moreira Brito (Aringo) e Jario Moreira Brito (Bicão), por volta das 06 horas, cercada a casa pela polícia, foram recebidos pelo genitor dos acusados, que de arma de fogo em mãos, se recusou a permitir a entrada e busca da polícia no local, resistindo a ordem policial e judicial, e se negou a aceitar a rendição e de posse de uma espingarda, disparou contra a equipe policial, que revidou a injusta e ilegal agressão, tendo o agressor, Jaime Bonifácio Brito, sido atingido pelos disparos nas pernas e mesmo ferido, negava-se a entregar-se a polícia e permitir a entrada da mesma, o que só foi feito após ser dominado pelo Delegado da cidade de Macajuba com o apoio do IPC Marcos Antonio e Samuel Brito.

Que o ferido foi de logo conduzido até o hospital da cidade de Macajuba e deste para o Hospital da cidade de Mairi, sendo liberado pela equipe médica e recolhido ao xadrez. 

Que foram encontradas duas com Jaime Bonifácio, duas espingardas de fabricação manual/caseira, uma de cano longo e outra de cano curto. Também, se encontrava no local, escondidas debaixo da cama, Aida Moreira Brito e Maria Moreira Brito, irmãs dos acusados e Iraci Moreira do Carmo, mãe dos acusados e apontada como a maior incentivadora para conduta criminal dos acusados. Que foi encontrada, ainda, com a Sra. Iraci uma terceira espingarda.

Foram lavrados os flagrantes por porte ilegal de arma, desobediência e resistência, contra JAIME e IRACI, que ainda presos, a todo tempo desafiava toda equipe policial. 

A operação obteve exito em prender Erivaldo Moreira Brito, o Léo e João Batista Moreira Brito, o Garão, e os demais acusados encontram-se foragidos. 

 A Policia Civil e Militar de Macajuba, não cessaram os esforços até que consiga prender os demais elementos que tentam de toda forma continuar impondo terror e medo na pacata comunidade.

Atenção essa nota foi enviada pela polícia para os blogs de Macajuba e região, estamos cumprindo com o nosso papel de informação.

Fonte: Dr. Almir Góes
Imagens enviadas pela polícia.





Lula é denunciado na Zelotes por tráfico de influência, lavagem e organização criminosa

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva
O Ministério Público Federal em Brasília denunciou à Justiça quatro pessoas, entre elas o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o seu filho, Luiz Cláudio Lula da Silva, pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Apresentada no âmbito da Operação Zelotes, a ação penal é resultado de investigações que apuraram o envolvimento dos dois e do casal Mauro Marcondes e Cristina Mautoni – também denunciados – em negociações irregulares que levaram à compra de 36 caças do modelo Gripen pelo governo brasileiro e à prorrogação de incentivos fiscais destinados a montadoras de veículos por meio da Medida Provisória 627. Segundo o MPF, os crimes foram praticados entre 2013 e 2015 quando Lula, na condição de ex-presidente, integrou um esquema que vendia a promessa de que ele poderia interferir junto ao governo para beneficiar as empresas MMC, grupo Caoa e SAAB, clientes da empresa Marcondes e Mautoni Empreendimentos e Diplomacia LTDA (M&M). Em troca, Mauro e Cristina, donos da M&M, repassaram a Luiz Cláudio pouco mais de R$ 2,5 milhões.
Ao longo de 154 páginas, os procuradores da República Hebert Mesquita, Frederico Paiva e Anselmo Lopes descrevem a atuação dos envolvidos nos dois fatos a partir da existência do que chamaram de “uma relação triangular”: uma das vértices era formada pelos clientes da M&M – que aceitaram pagar cifras milionárias por acreditar na promessa de que poderiam obter vantagens do governo federal – outra, pelos intermediários (Mauro, Cristina e Lula) e a terceira, pelo agente público que poderia tomar as decisões que beneficiariam os primeiros (a então presidente da República Dilma Roussef). Durante as investigações, não foram encontrados indícios de que a presidente tivesse conhecimento do esquema criminoso.Estadão

Acidentes com feridos, no mesmo local, em Mairi



No início da noite desta sexta-feira, 09 de dezembro de 2016, por volta das 18h30min, cerca de 03 pessoas ficaram feridas, no mesmo local, na Avenida Reverendo Josias Freitas Nunes, conhecida como Avenida Contorno, em Mairi. 

Osmar da casa de material de construção perdeu o controle da direção da caminhonete após desviar de duas motos na pista, desceu a ribanceira e colidiu em um poste da rede elétrica. Por sorte, ele não ficou ferido.

Em seguida, uma moto que seguia sentido Várzea da Roça, colidiu nas outras motos e pessoas que estavam na pista. Os feridos foram socorridos e encaminhados para o hospital local. 

O acidente aconteceu entre Posto Mairi e travessa Rua do Recreio. O condutor da última moto, que ficou com mais ferimentos, poderá ser transferido. 

Aguardem mais informações...

Da redação do Blog Agmar Rios.



Policiais da 54ª CIPM de Campo Formoso prendem casal por tráfico de drogas na região

Por volta das 11:00hs da manhã desta sexta-feira (09), ao realizar abordagens no Distrito de Serra da Carnaíba, a Polícia Militar de Campo Formoso efetuou a prisão de um casal por tráfico de drogas.
Durante a abordagem, na Rua da Bica,  Adonias Alves da Silva, 57 anos, ao perceber a presença da polícia, tentou se livrar de uma sacola plástica arremessando – a do quintal de sua casa  para um matagal próximo. Após essa atitude foi efetuada a prisão do acusado e ao ser feita uma varredura no local foi encontrada a sacola contendo Canabis Sativa(maconha).
Depois disso  foi localizada a companheira do acusado tentando se esconder nos fundos da casa com mais uma sacola contendo a droga e que estava  enterrada no interior de um quarto. A acusada é Ângela Correia da Silva, 44 anos.  ambos encontravam-Se com 1,100kg de maconha e foram detidos  em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Redação Campo Formoso Noticias
Infor: 54ª CIPM

Jovem é vítima de atropelamento próximo ao Junco, distrito de Jacobina


Na noite desta sexta-feira, um homem ainda não identificado foi vítima de atropelamento na BR 324, próximo a Simonica Britas, nas imediações do distrito do Junco.

Segundo informações, o jovem foi atropelado por um caminhão, sendo socorrido para atendimento no Hospital Antônio Teixeira Sobrinho em Jacobina. Não há informações sobre o estado de saúde do vitimando.
Fonte: Augusto Urgente!

Executivo da Odebrecht cita doações a campanhas de Wagner e Rui


Foto: Montagem / Bahia Notícias


O ex-governador baiano Jaques Wagner (PT) foi citado pelo executivo Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, em pré-delação ao Ministério Público Federal (MPF). De acordo com o executivo, Wagner, que atualmente é Coordenador de Desenvolvimento Social, teria se reunido em 2006 com Marcelo Odebrecht em um restaurante de Brasília, ocasião que depois gerou um repasse de R$ 3 milhões ao petista, feitos de forma oficial e via caixa 2.  Conforme o G1, o delator contou que, assim que Wagner ganhou o pleito, encaminhou assuntos de interesse da empreiteira no Polo Petroquímico de Camaçari, que o ex-governador ajudou a destravar. O ex-governador também seria beneficiado com repasse nas eleições de 2010, com R$ 7,5 milhões, divididos em 10 parcelas, pagas entre agosto de 2010 e março de 2011. Ainda segundo Cláudio F ilho, o esquema voltou a se repetir em 2014, na campanha de Rui Costa (PT) para o governo da Bahia. O executivo disse que não participou desses pagamentos, mas acredita que foram repassados R$ 10 milhões. O agora coordenador de desenvolvimento social do governo Rui Costa também teria recebido presentes da empreiteira, segundo Cláudio Filho, sendo presenteado com um relógio de R$ 20 mil, em 2012.

Temer pediu R$ 10 milhões à Odebrecht, diz executivo



O presidente Michel Temer (PMDB) pediu R$ 10 milhões ao empreiteiro Marcelo Odebrecht em 2014, segundo o site BuzzFeed e a Revista Veja. A informação estaria na delação do executivo Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, um dos 77 delatores da empreiteira na Operação Lava Jato. O jornal "O Estado de S. Paulo" confirmou que Temer teve dois encontros com Odebrecht. Uma das reuniões foi um jantar entre o então vice-presidente, Marcelo Odebrecht e o hoje ministro chefe da Casa Civil Eliseu Padilha no Palácio do Jaburu. Em outro encontro, em São Paulo, Temer estaria acompanhado de seu colega de partido Henrique Alves. Ambos, segundo a delação, pediram dinheiro a executivos da empreiteira, em troca de uma obra. A revista informou nesta sexta-feira, 9, que teve acesso àíntegra dos anexos da delação de Melo Filho, que trabalhou por doze anos como diretor de Relações Institucionais da Odebrecht. Em 82 páginas, o executivo contou como a maior empreiteira do País comprou, com propinas milionárias, integrantes da cúpula dos poderes Executivo e Legislativo. Segundo o delator, os R$ 10 milhões foram pagos em dinheiro vivo ao braço direito do presidente, o ministro chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha. O dinheiro também teria sido repassado ao assessor especial do peemedebista, José Yunes, seu amigo há 50 anos. Segundo a revista, deputados, senadores, ministros, ex-ministros e assessores da ex-presidente Dilma Rousseff também receberam propina. A distribuição de dinheiro ilícito teria alcançado integrantes de quase todos os partidos. O delator apresentou e-mail, planilhas e extratos telefônicos para provar suas afirmações. Uma das mensagens mostra Marcelo Odebrecht, o dono da empresa, combinando o pagamentos a políticos importantes, identificados por valores e apelidos como "Justiça", "Boca Mole", "Caju", "Índio", "Caranguejo" e "Botafogo". BN

Garoto de 8 anos é estuprado e morto no sul da Bahia

Um garoto de 8 anos foi estuprado e morto na sexta-feira (9) por dois vizinhos, na zona rural do município de Floresta Azul, no sul da Bahia. Após confessar o crime, um jovem de 18 anos foi preso e um adolescente de 15 anos foi apreendido. As informações foram confirmadas ao G1 neste sábado (10) pela delegada Ana Paula de Oliveira, que investiga o caso.
Dupla foi levada para carceragem da Coordenadora da Polícia Civil de Itabuna (Foto: Camila Anjos/TV Bahia)
De acordo com a delegada, o menino foi levado pela dupla para uma região de mata de difícil acesso e lá foi agredido e morto. A vítima chegou a ser dada como desaparecida pela família, que realizou buscas na cidade, até chegar aos suspeitos e denunciar o caso à polícia.
Segundo a delegada, após ser precionado, o adolescente confessou o crime e levou a polícia até o local onde o corpo da criança tinha sido deixado. Ele também entregou o outro envolvido no crime, que chegou a negar a participação, mas depois também confessou.
A delegada informou que o corpo do garoto foi encontrado sem roupas e com sinais de estragulamento. Ele foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Ilhéus, a cerca de 49 quilômetros de Floresta Azul, onde será periciado para determinar a causa da morte.
Conforme a delegada, o adolescente e o jovem foram levados para a carceragem da 6ª Coordenadoria de Polícia Civil do Interior (Coorpin/Itabuna), onde estão à disposição da Justiça. Segundo ela, o transporte precisou ser feito com cautela, pois a população da cidade onde ocorreu o crime queria agredir a dupla.
“Tivemos que fazer o percurso todo pela zona rural, para não passar por dentro da cidade. Tinha umas mil pessoas na porta da delegacia”, contou.

A delegada Ana Paula de Oliveira disse ainda que denúncias apontam que não é a primeira vez que o jovem de 18 anos se envolve em um caso de abuso sexual. De acordo com ela, o rapaz estaria morando em Floresta Azul há pouco tempo, pois teria fugido de São Paulo, onde vivia com o pai, após tentar estuprar uma menina de 11 anos. Ele estava abrigado na casa de familiares que moram na cidade baiana.