sábado, 3 de dezembro de 2016



Cerimônia na Arena Condá termina com muita emoção e participação popular


Por Agência Brasil
Sob um clima de forte emoção e com grande participação popular a cerimônia em homenagem às vítimas do acidente aéreo na Colômbia com o time da Chapecoense foi encerrada por volta das 15 horas desse sábado (3) na Arena Condá.
 
Falaram na cerimônia – que contou com a presença do presidente Michel Temer e do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo - o presidente em exercício da Chapecoense, Ivan Tozzo, e o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon. 
 
Um dos destaque do evento foi a mensagem  enviada pelo papa Francisco, cujo texto foi lido durante a cerimônia pelo bispo de Chapecó (SC), dom Odelir Magri. "Consternado pela trágica notícia do acidente na Colômbia, o Papa pede que sejam transmitidas suas condolências e sua participação na dor de todos os enlutados. Ao mesmo tempo, pede ao céu conforto e restabelecimento para os sobreviventes e coragem e consolação para todos os atingidos pela tragédia", diz a mensagem.
 
O presidente da Fifa, Gianni Infantino, em discurso no final, ressaltou o “momento de dor”, e que não havia palavras que pudessem diminuir o sofrimento dos que perderam entes queridos no acidente. “Quero deixar aqui um abraço solidário de todo o mundo do futebol e dizer que a Fifa está do vosso lado, não só hoje mas sempre. Força Chape, somos todos brasileiros, somos todos chapecoenses”, disse Infantino.
 
Pela manhã
 
A forte chuva que caiu em Chapecó na manhã não espantou o público que aguardou desde cedo a chegada dos corpos das vítimas do acidente aéreo na Colômbia com o time da Chapecoense. Os corpos chegaram por volta das 12h25 ao estádio, depois de um cortejo que percorreu as ruas da cidade. As arquibancadas ficaram lotadas de torcedores e populares que, emocionados, se abrigam debaixo de capas e guarda-chuvas.
 
Em várias partes do estádio via-se faixas em agradecimento ao povo da Colômbia, país onde ocorreu o acidente e que prestou o atendimento e o resgate das vítimas. Na última quarta-feira (30), uma cerimônia muito emocionante em homenagem às vítimas foi realizada no estádio de Medellín, exatamente no horário em que seria disputada a final da Copa Sul-Americana.
 
Alguns torcedores levaram à Arena Condá, inclusive, a bandeira colombiana. "Colombia, gracias por todo", é o que diz uma das faixas. Outra, em inglês, diz "A todo mundo, o que nos resta é agradecer".
 
"O carinho que eles [colombianos] tiveram com todo o povo chapecoense, com todos os brasileiros, foi muito comovente. Por mais que a gente queira demonstrar o quanto estamos gratos, não há palavras para dizer o quanto estamos hornados por tê-los como irmãos, vizinhos. Eu acho que Deus colocou uma nação muito nobre, muito educada e cheia de princípios para ensinar para todo mundo a fraternidade e a solidariedades. Esses professores são os colombianos", disse Gustavo Braun, corretor de seguros que levava uma das faixas.

POLÍCIA PRENDE GRUPOS QUE ORDENAVAM CRIMES DE DENTRO DE PRESÍDIO EM PE

publicado em 02 de Dezembro / 2016 às 17:00

POLÍCIA PRENDE GRUPOS QUE ORDENAVAM CRIMES DE DENTRO DE PRESÍDIO EM PE

Três detentos da Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, foram identificados como comandantes de grupos criminosos que lideravam o tráfico de drogas e a prática de homicídios na região. Durante a 'Operação Alcateia', que desarticulou três associações criminosas, quatro pessoas foram presas e um ainda está foragido. Os detalhes da operação foram diculgados nesta sexta-feira (02), durante uma entrevista coletiva realizada pela Polícia Civil (PC).
De acordo com os delegados, Marceone Farreira, da 26ª Delegacia Seccional, e Magno Neves, da Delegacia de Homicídios, três suspeitos tiveram os mandados de prisão cumpridos no Sistema Penitenciário e agora vão responder por um novo processo. Duas pessoas foram presas em Casa Nova, na Bahia, uma em Petrolina e a quarta em São Luís, no Maranhão. Os presos foram encaminhados para 214ª Delegacia de Polícia Civil.
Ainda foram cumpridos mandados de Busca e Apreensão Domiciliar. Foram apreendidos 340 gramas de crack, 3,5 kg de cocaína, 21,5 kg de maconha, R$ 7.410 de dinheiro em espécie, quatro celulares, duas balanças de precisão, um revólver calibre 38, uma pistola calíbre 380 e 30 munições do mesmo calibre.
Investigações
As investigações começaram em dezembro de 2015, pela Delegacia de Homicídios. “Inicialmente a ação visava combater a prática de assassinatos em Petrolina. Mas, com o decorrer das investigações foram identificadas três células criminosas, atuando fortemente com relação ao tráfico na nossa cidade. Ontem deflagramos a operação com o objetivo de tirar de circulação essas pessoas que estavam atuando de forma intensa”, destacou o delegado Marceone Ferreira.
Segundo o delegado Magno Neves, as ordens partiam da Penitenciária Dr. Edvaldo Gomes. "Os grupos de tráfico de entorpecentes eram formados por uma equipe de bandidos de dentro e fora do presídio. As determinações vinham de dentro da penitenciária para matar, justamente para reestabelecer o comando do tráfico de drogas. Em geral, as vítimas eram detentos do semiaberto e os crimes aconteciam com maior frequencia na região do José e Maria”, disse o delegado Magno Neves.
Como parte de um dos grupos, estavam duas jovens de 20 e 22 anos, presas com 14 kg de droga, no dia 25 de novembro. Uma das mulheres admitiu que recebia a droga do companheiro, que cumpre pena no presídio de Petrolina.
Um adolescente também foi apreendido com drogas, pertencente a um presidiário e a polícia identificou ainda uma terceira associação que transportava a droga para Petrolina e realizava a transição em carros roubados.
“O material apreendido mostra o poderio desse pessoas, que aterroriza dentro e fora da penitenciária. Eram lobos brigando pelo domínio do tráfico aqui na região, apontou Magno.
G1 Petrolina

BONFIM: PEDIDO DE SUSPENSÃO DE CONCURSO É NEGADO PELA JUSTIÇA EM BONFIM


Como o Município de Senhor do Bonfim na Gestão do Governo “Uma Nova Realidade”, não atendeu ao TAC – Termo de Ajustamento de Conduta, firmado em 2015 junto ao Ministério Público, tendo como pauta, a realização de concurso público, para provimento de cargos que vem sendo ocupado por contratos temporários, e que estes contratos não mais deveriam existir desde janeiro de 2016, a Justiça obrigou o município a realizar o concurso somente depois das eleições de outubro deste ano, quando Carlos Brasileiro venceu o pleito com larga vantagem de votos, contra candidatos da situação atual. Surpreendentemente a cidade recebeu a notícia da realização do concurso publico para aproximadamente 400 vagas em diversas áreas.

Entendendo que tais nomeações de aprovados implicaria somente na próxima gestão que será assumida por Carlos Brasileiro, ele impetrou na justiça com pedido de anulação do concurso, o qual foi negado pela Juíza de direito, Doutora, LIDIA IZABELLA GONÇALVES DE CARVALHO LOPES, ainda em 11 de novembro de 2016.

Confira trechos da decisão abaixo:

6 – Desta forma, concluo que o cumprimento do TAC mesmo que de forma não gradual não implica em aumento de despesa para a administração pública e sim em organização dos recursos públicos, não possuindo o condão de ferir a norma fiscal, conforme informado, na contribuição do Amicus Curiae de fls. 2631/2633. 

7 – De mais a mais, considerando que a qualquer gestor público interessa a seleção daqueles mais aptos ao exercício do cargo e não o apadrinhamento de seus "afilhados políticos" – o que não se pode sequer cogitar nos dias atuais - terá o novo gestor, ao assumir, no ano vindouro, o comando do município de Senhor do Bonfim: a) candidatos selecionados por meio de concurso público, aptos ao exercício de funções, das mais variadas, sendo que muitas eram exercidas por profissionais contratados diretamente (para se ter uma noção da quantidade de contratos diretos, basta realizar uma leitura, ainda que aligeirada da petição inicial do presente feito, em que o zeloso Promotor de Justiça, listou o nome de todos os contratados), em afronta direta à Constituição Federal; b) oportunidade de romper de vez com favoritismos políticos quando da escolha daqueles que laborarão na administração pública. 

8 – Por tais motivos, deixo de proceder a qualquer alteração nos comandos judiciais já existentes, mantendo-os, por seus próprios fundamentos. 

9 – Publique-se. Intime-se.

10 – Demais expedientes necessários. Senhor do Bonfim (BA), 11 de novembro de 2016. (Documento assinado digitalmente, nos termos da Lei 11.419/2006) LIDIA IZABELLA GONÇALVES DE CARVALHO LOPES Juíza de Direito.

Clique para ver a íntegra da decisão judicial.

Maravilha Notícias

POLICIAL: OPERAÇÃO DA PM APREENDE MAIS 05 MOTOCICLETAS EM CAMPO FORMOSO


A Operação Siameses, é uma operação conjunta realizada pelas polícias de Campo Formoso e Senhor do Bonfim, neste final de ano a operação vem sendo realizada semanalmente, sempre no período das 13:00 às 18:00hs, com o intuito de diminuir a probabilidade de ocorrências.

Na sexta-feira (03), a operação resultou na apreensão de 05 (cinco) motos, que se encontram no pátio do Batalhão da Polícia Militar de Campo Formoso, para serem encaminhadas a CIRETRAN, por transitarem sem documentação.

As motos apreendidas foram:

01 (uma) moto Honda CG 125, cor Verde, Placa: JMW 2621 – licença de Sr. do Bonfim-Ba;
01(uma) moto Honda CG 150 Titan, cor Vermelha, Placa: JRJ 9366 – licença de Campo Formoso-Ba;
01 (uma) moto Honda CG 150 Fan, cor Preta, Placa: JRG 4182 – licença de Campo Formoso-Ba;
01(uma) moto Honda CG 150 Titan, cor Vermelha, Placa: JSN 8175 – licença de Rio de Pires-Ba;
01 (uma) moto Honda NXR 150 Bros, cor Preta, Placa: JOY 9792 – licença de Campo Formoso-Ba.

Campoformosonotícia - 54° CIPM

BAHIA: SECRETARIA DE SEGURANÇA NEGA BOATO DE GREVE DA POLÍCIA MILITAR EM SALVADOR


A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) negou a informação de que os policiais militares de Salvador haviam deflagrado uma greve da categoria nesta sexta-feira (2). Por meio de nota, a pasta afirmou que "todas unidades da Polícia Militar continuam funcionando normalmente, sem qualquer tipo de alteração". A suposta informação surgiu após os oficiais decidirem em assembleia pela adesão ao Movimento Polícia Legal, a partir das 19h.

A ação tem como intuito realizar as operações policiais apenas com viaturas padronizadas, com documentação regularizada, pneus em bom estado de qualidade e com extintores e coletes dentro do prazo de validade.

Ainda segundo a SSP, o Comando-Geral da PM ressaltou que todos os equipamentos necessários para a segurança dos profissionais e dos baianos (armamento, coletes balísticos, viaturas, entre outros) são garantidos e utilizados diuturnamente nas ações ostensivas. "Lembra ainda que as unidades da PM no estado tiveram a frota de viaturas renovada. No total, em 2016, foram 1400 veículos substituídos por equipamentos 0 km", afirma a SSP por meio de nota. O movimento será realizado até a próxima terça-feira (6).

Metro1

Avião da Lamia tinha 15 minutos de autonomia quando pousou com seleção argentina


Apontada como principal causa do acidente que vitimou a Chapecoense e deixou 71 mortos, a falta de combustível quase não resultou em outra queda do avião da LaMia. A mesma aeronave trouxe a seleção da Argentina para o Brasil para um jogo realizado em Belo Horizonte. De acordo com o jornal Extra, quando os bicampeões do mundo desembarcaram, em novembro deste ano, a aeronave tinha combustível suficiente para apenas mais 15 minutos de autonomia para se manter no ar. A Rádio Red, de Buenos Aires, teve acesso a uma conversa privada entre o ministro dos Transportes do país, Guillermo Dietrich, em que ele comentaria sobre a informação, transmitida por um informe técnico do Aeroporto de Ezeiza, de onde a seleção decolou. Pelas regras internacionais, as aeronaves teriam que ter combustível suficiente para a viagem e mais 30 minutos de autonomia do ar, além de um extra para chegar a um aeroporto alternativo. Porém, com 15 minutos, a LaMia poderia ter a mesma pane caso houvesse imprevistos no espaço aéreo de Belo Horizonte e demorasse para ter autorização de pousar em Confins. Após o acidente com a Chapecoense, a Associação do Futebol Argentino (AFA) decidiu buscar outra empresa para negociar o serviço de transporte aéreo da seleção e de clubes do país. BN

Postagem em destaque

Tiroteio após jogo de futebol deixa mulher morta e vários feridos no interior da Bahia

Um tiroteio na tarde deste domingo (24), no bairro Daniel Gomes em Itabuna, deixou pelo menos seis pessoas feridas e uma mulher morta. De ...