sábado, 26 de novembro de 2016

Golpista se passava por mulher no WhatsApp para extorquir dinheiro de homem no interior da Bahia


O desempregado Paulo José Soares Batista, o Paulinho, de 37 anos, é acusado de extorquir dinheiro de um conhecido, utilizando uma conta falsa do WhatsApp. Ele foi preso, na terça-feira (22), por uma equipe da Delegacia Territorial (DT) de Mata de São João (BA).
Na primeira etapa do golpe, iniciada há 15 dias, o acusado usou a conta para enviar mensagens se passando por uma bela jovem que se dizia interessada na vítima, um motorista de 50 anos. Para tornar o plano mais convincente, ele usou a foto de uma mulher escolhida na Internet para ilustrar o perfil.
Segundo a Polícia Civil, dois dias depois, Paulo alterou a foto do aplicativo e deu início à segunda fase do plano de extorsão. Se passando por um traficante casado com a usuária daquela conta, ele começou a enviar mensagens com ameaças de morte à vítima e seus familiares.
Já na terceira etapa do golpe, Paulo ligou para a vítima dizendo estar interessado em ajudá-la. Disse que conhecia o suposto traficante e que ele exigia R$ 5 mil para não cumprir as ameaças. Afirmou ainda que teria pagado R$ 2 mil do próprio bolso, mas que o restante do dinheiro deveria ser entregue imediatamente.
A vítima disse que estava fora da cidade e alegou não ter condições de pagar o dinheiro exigido. Paulo sugeriu então que o motorista vendesse os móveis e outros objetos que havia em sua residência a fim de conseguir o valor necessário. Ele até se propôs a achar interessados em comprá-los.
O motorista procurou a DT/Mata de São João, na segunda-feira (21), e informou o que estava acontecendo. As investigações foram iniciadas imediatamente e Paulo foi preso 24 horas depois da denúncia. Ele foi autuado em flagrante por extorsão e se encontra na carceragem daquela unidade policial, à disposição da Justiça. A polícia vai apurar se ele aplicou o mesmo golpe em outras vítimas.

Polícia Técnica recolhe corpo de jovem assassinado próximo ao Deocleciano em Jacobina




Por volta das 19:40h desta sexta-feira, 25 de novembro de 2016, o Departamento de Policia Técnica iniciou o levantamento cadavérico de Givaldo Silva Santos, 19 anos, no Bairro da Estação em Jacobina.

Segundo informações, dois homens em uma moto efetuaram vários disparos contra Givaldo que morreu no local. O jovem seguia de sua casa no Bairro da Caeira para estudar no  Colégio Deocleciano Barbosa de Castro quando foi assassinado. Várias cápsulas de pistola foram encontradas no local. Vários projéteis ficaram encravados no caderno que estava em uma mochila nas costas do jovem. Presume-se que um disparo fatal atingiu a nuca de Givaldo.

A Polícia Militar, SMTT e Guarda Municipal estiveram dando apoio ao DPT, que recolhe o corpo do Jovem para o Instituto Médico Legal anexo a 16a Coorpin. Não há informações sobre a motivação do crime.
Fonte: Augusto Urgente!

Miguel Calmon: Familiares reconhecem corpo de homem encontrado morto em propriedade rural do município

Um homem foi encontrado morto na manhã desta sexta feira (25), em uma propriedade rural em Miguel Calmon, próximo à subestação. 

Familiares de José Carolino da Silva, que morava no bairro da lagoinha, proximo à escola Canabrava em Miguel Calmon, e estava desaparecido desde o ultimo sábado (19), estiveram no local e reconheceram o corpo. 

De acordo com informações de familiares, José Carolino da Silva, 52 anos, morava só e teria sofrido de depressão há um tempo. 

Ele foi encontrado pelo dono da propriedade que diz ter visto urubus sobrevoando o local e quando chegou perto percebeu a presença de um corpo e entrou em contato com a policia. 

O corpo já está em estado de decomposição. Uma sobrinha dele afirma que é o tio. 

A Policia militar, o DPT de Jacobina e o Rabecão já estão no local. O corpo será levado para o IML de Jacobina para ser periciado. 

Ainda não se sabe a causa da morte.
Calmon Noticias

Sogra do gerente do Bradesco de Capim Grosso morre em acidente na BR – 324


Foi registrado na noite desta sexta-feira, 25 de Novembro, na BR – 324, região de Riachão do Jacuipe, um acidente tipo capotamento envolvendo um Fiesta, que estava sendo conduzido por Rebeca, filha de Rege e Lorinha, proprietários do Empório Mandacarú, no Bairro Oliveira. No carro estavam ainda Jamile, filha de Dei da Farmbom, Silvio, irmão de Lorinha e dona Celeste, sogra de Artur, gerente da agência do Bradesco de Capim Grosso, que devido ao impacto do acidente não resistiu e veio a óbito.

Informações repassadas por Rege, pai de Rebeca, o acidente teria sido provado por um motorista não identificado em uma ultrapassagem indevida. Socorridas para o Hospital de Riachão do Jacuípe, Rebeca e Jamile, deram entrada com escoriações pelo corpo, já Silvio, sofreu fratura na clavícula. Membros das famílias estão no Hospital acompanhando os procedimentos.

Texto: Arnaldo Silva/Foto: WhastApp.

Morre aos 90 anos Fidel Castro, ex-presidente de Cuba


Morre aos 90 anos Fidel Castro, ex-presidente de CubaMorreu aos 90 anos, à 1h29 (hora de Brasília) deste sábado (26), o ex-presidente de Cuba, Fidel Castro, na capital do país, Havana. A informação foi divulgada em pronunciamento na TV estatal do país pelo seu irmão, o atual presidente cubano Raúl Castro. "Com profunda dor compareço para informar ao nosso povo, aos amigos da nossa América e do mundo que hoje, 25 de novembro do 2016, às 22h29, faleceu o comandante da Revolução Cubana, Fidel Castro Ruz", disse Raúl Castro. Ainda de acordo com ele, o corpo do líder revolucionário será cremado e demais informações sobre o funeral serão divulgadas em breve. Fidel se tornou símbolo da Revolução Cubana de 1959 e permaneceu no poder até 19 de fevereiro de 2008, antes de renunciar em favor do irmão. Segundo o G1, as últimas imagens registradas de Fidel são do último dia 15, quando ele recebeu em sua casa o presidente do Vietnã, Tran Dai Quang. Apesar de não estar mais no comando do Estado cubano, Fidel se manteve como o grande líder do país. Durante as quase cinco décadas no posto, o ex-presidente construiu um estilo marcado por discursos longos, frases emblemáticas e confrontos com os Estados Unidos que levaram a um embargo, indicado por Fidel como o principal fator do empobrecimento da população cubana.
Informações do G1