domingo, 25 de outubro de 2015

DECEPÇÃO: J NETO ABANDONA PALCO E DEIXA PLATEIA SEM ENTENDER NADA


O cantor gospel J. Neto abandonou o show após cantar a terceira música durante evento na Concha Acústica da Praça da Missão, em Jacobina. Fiéis de diversas igrejas evangélicas de Jacobina e região, que lotaram a Concha com cerca de 2 mil pessoas, ficaram indignados e vaiaram a atitude do cantor.

Várias pessoas disseram que o motivo de J. Neto ter abandonado o palco teria sido alguns fogos de artifício que foram lançados após sua entrada. Isso teria irritado o cantor evangélico e o fez deixar o palco, mesmo com as milhares de pessoas que lotavam a Praça da Missão e o aguardavam desde o início da noite.

O show de J. Neto foi um dos mais esperados em Jacobina nos últimos tempos. A festa atraiu fiéis de cidades de toda a região. O sentimento de revolta de todos que estavam presentes foi evidenciado por uma sonora vaia no momento em que o cantor deixava a Concha pela porta lateral, escoltado pela Guarda Municipal de Jacobina. 

Questionado pelo Jacobina Notícias, o cantor falou duas versões para justificar sua saída do palco. J. Neto disse que o microfone estaria ruim, logo depois culpou a própria voz, alegando que estaria rouco e precisaria fazer show amanhã (25). Em seguida, também culpou a aparelhagem de som que foi preparada para o show gospel.

Traremos o vídeo com a versão do cantor sobre o por quê ele abandonou o palco. Em breve, fique de olho!
Fonte: Jacobina Notícias.

PGR tem provas para pedir afastamento de Eduardo Cunha

<p>Eduardo Cunha, em declarações à CPI da Petrobras, nega as acusações de que tem conta no exterior e diz que não deixará o cargo.</p>
A Procuradoria Geral da República reúne indícios de que o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), utilizou o cargo para atrapalhar desdobramentos da Lava Jato. O procurador-geral, Rodrigo Janot, deverá formalizar o pedido de afastamento do deputado, se isso for comprovado.
Segundo informações da Folha de S.Paulo, nesta quinta-feira (22), o deputado Sílvio Costa (PSC-PE), vice-líder do governo na Câmara, entrou com uma representação formal na Procuradoria pedindo o afastamento de Eduardo Cunha. 
O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, disse ser justificada "a necessidade da medida requerida, pois efetivamente demonstrada a existência de indícios suficientes de que os valores eram provenientes de atividades criminosas diante da farta documentação apresentada pelo Ministério Público".
Investigação
O Ministério Público da Suíça associou quatro contas ao deputado, com cópia de passaporte diplomático, endereço de sua casa e assinatura, o que deu base à Procuradoria na abertura de um novo inquérito para apurar suspeita de envolvimento de Cunha com os desvios na Petrobras.
Eduardo Cunha, em declarações à CPI da Petrobras, nega as acusações de que tem conta no exterior e diz que não deixará o cargo.
O presidente da Câmara é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro e suspeito de esconder contas na Suíça. 

Vereador é flagrado com mulher casada no interior da Bahia e foge nu para não morrer


Flagrado-com-amante-vereador-corre-nu-tem-carro-destruído-por-marido-traído-520x245

Um vereador de Itaju do Colônia, no sul da Bahia, passou por situação delicada nesta semana. Segundo informações de sites e blogs da cidade, o vereador foi flagrado na zona rural do município com uma mulher casada.
De acordo com informações, o esposo da mulher flagrou os dois e partiu para cima do vereador, que conseguiu fugir a pé, sem vestir as roupas, deixando o seu carro no local. O suposto traído, revoltado, ainda quebrou o carro do edil.

Home DESTAQUES Cinco são indiciados por divulgarem no Facebook e Whatsapp fotos de vítima de acidente CINCO SÃO INDICIADOS POR DIVULGAREM NO FACEBOOK E WHATSAPP FOTOS DE VÍTIMA DE ACIDENTE


A Polícia Civil do Rio Grande do Norte indiciou nesta sexta-feira (23) cinco pessoas por terem usado um aplicativo de celular e uma rede social para divulgar fotos de uma mulher morta em um acidente na cidade de Monte Alegre, na Grande Natal. Os suspeitos foram indiciados por vilipêndio de cadáver, que é considerado crime contra o respeito aos mortos, previsto no artigo 212 do Código Penal Brasileiro.
A bancária Michelle Maria da Cunha Custódio de Barros, de 31 anos, morreu ao se envolver em um acidente de trânsito na RN-316 no dia 15 de maio. Depois do acidente, os cinco suspeitos fotografaram e filmaram o corpo da vítima e usaram a rede social Facebook e aplicativo WhatsApp para divulgar as imagens.
A Delegacia de Polícia Civil de Monte Alegre abriu inquérito para investigar o uso das imagens e indiciou os quatro homens e uma mulher. O inquérito foi concluído nesta sexta.
O delegado Marcel George Gouvêa, responsável pelo inquérito, recordou o recente caso envolvendo o cantor Cristiano Araújo, morto em um acidente em junho deste ano. O músico teve imagens de seu corpo no necrotério divulgadas na internet. Os responsáveis pelos registros foram indiciados pelo mesmo crime.
O marido da bancária, Valderi de Barros, prestou depoimento e informou que lembrava de pessoas fotografando e filmando o local do acidente e o corpo de sua mulher. De acordo com ele, os policiais que estavam no local orientaram os suspeitos a parar de fotografar e filmar, mas não foram atendidos.

Calila Notícias 

Postagem em destaque

Policial: Em dia de Guerra de espadas PM mostra seu papel e prende ladrões de Juazeiro que vieram roubar em Bonfim Facebook Tw...