sábado, 18 de julho de 2015

Fernando Baiano sofre ameaças para não abrir a boca em delação premiada, diz Folha

Fernando Baiano sofre ameaças para não abrir a boca em delação premiada, diz Folha
Apuração da Procuradoria-Geral da República (PGR) aponta que Fernando Soares, o Fernando Baiano, apontado como operador de propinas para o PMDB no escândalo da Petrobras, sofreu ameaças para não fazer acordo de delação premiada. De acordo com a Folha, na Coluna de Mônica Bergamo, Baiano teria recebido recados do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), para não abrir a boca. No entanto, o advogado que defende Baiano, Nélio Machado, disse que a informação não procede. Machado ainda afirmou que orienta o cliente a não aderir a acordo de colaboração. Ainda dois outros delatores que acusam Eduardo Cunha de receber propina por meio de Fernando Baiano, o doleiro Alberto Youssef e o empresário Julio Camargo, já declararam à Justiça temer represálias do presidente da Câmara. No caso de Youssef, o doleiro afirmou ao juiz Sergio Moro que um "pau mandado" de Cunha faz ameaças à família dele.

Foto: Reprodução / Veja

Corpos de adolescentes são encontrados enterrados em cova rasa em Arembepe

Os corpos de dois adolescentes de 16 e 17 anos, identificados como, Ademário Reis dos Santos e Emanuel Melo dos Santos, foram encontrados na manhã desta sexta-feira (17), por policiais civis da 26ª Delegacia Territorial (DT), sob o comando da delegada titular Maria Danielle Monteiro, após serem executados e enterrados em cova rasa em um dos terrenos do Loteamento Fonte das Águas, no bairro de Arembepe, orla do município de Camaçari, Região Metropolitana de Salvador (RMS). 
Segundo depoimento de familiares à polícia, os jovens teriam ido à festa de Arembepe, ocorrida no final do mesmo mês, quando desapareceram. O crime foi cometido por um grupo criminoso da região, com a participação do "Quatro de Espadas" do Baralho do Crime - Misael Silva Santos, vulgo “Misa” -  a mando do chefe do tráfico de drogas da região, Edson Santos Cruz, vulgo “Gana”, ou Gordo, que está preso no Complexo Penal da Mata Escura. 
A delegada Maria Danielle informou a reportagem do Bocão News que chegou aos corpos após investigação realizada pela sua equipe do Serviço Inteligência, ocorrida desde o desaparecimento dos jovens. Segundo a titular da 26ª DP, durante as investigações algumas pessoas foram presas e adolescentes apreendidos. Um dos autores foi detido e a polícia conseguiu colher informações que levou ao local da ocultação dos cadáveres.
“O crime foi praticado por um grupo de criminosos comandado por Misael Silva Santos, vulgo “Misa” - que é ‘Quatro de Espadas, do Baralho do Crime’ e gerenciava o tráfico nesta região. O mandante foi o ex-chefe do tráfico de drogas, Edson Santos Cruz, vulgo “Gana”, ou Gordo, que chefiava o tráfico no bairro e atualmente está preso no Complexo Penitenciário da Mata Escura. Vale ressaltar que Gana, alicia adolescentes para serem soldados do crime nesta região”.
Segundo a titular, o grupo resolveu cometer o crime, após as vítimas serem reconhecidas por um dos envolvidos e apontadas como integrantes de um bando rival. “Quando um deles foi comprar um entorpecente foi reconhecido por um dos agressores como integrante de um grupo rival. Eles pediram autorização a Misael e Edson Gana para executar os jovens e após serem autorizados, cometeram homicídio e ocultação dos cadáveres”, explica.
Ainda de acordo com a delegada Maria Danielle, Misael e mais sete pessoas, entre elas, quatro adolescentes, participaram do crime. “Eles agrediram com pauladas e deram golpes de facão. Cada integrante do grupo disparou dois tiros contra as vítimas, salientando que eram oito pessoas.”, explicou a titular da 26ª.
Foto: divulgação - 26ª DP
Um dos adolescentes foi apreendido e está cumprindo medida socioeducativa. Outro foi capturado pelos policiais da 26ª DT nesta quinta-feira (16). Um dos envolvidos foi morto em abril como represália, após falar sobre o ocorrido pelas ruas. Os bandidos queriam evitar que o crime fosse elucidado.  Misael o “Misa” e seu irmão de prenome Israel, vulgo “Neném” continuam foragido. A delegada Maria Danielle solicita à população que coopere com as investigações para chegar até os bandidos, denunciando anonimamente, através dos telefones: (71) 3623-4963 / 3623- 4961.  

FUNCIONÁRIO PÚBLICO DE SOBRADINHO É MORTO A TIROS E PREFEITURA DECRETA LUTO OFICIAL

Ainda se encontra no IML em Juazeiro o corpo de Ivan Niclites dos Santos, Ivan Cigano, morto a tiros no final da tarde de ontem, em Sobradinho. As informações colhidas  pelo Blog dão conta de que pelo menos oito disparos teriam atingido a vítima. As informações relatam ainda que o incidente foi ocasionado por um desentendimento no trânsito e terminou com um morto e dois feridos. A outras duas vítimas foram encaminhadas para o Hospital de Traumas em Petrolina e não correm risco de morte.
A morte de Ivan Niclites, que era pessoa bastante conhecida na cidade e trabalhava no EMSAE, empresa de água e esgoto, e os ferimentos causados na sua mãe, conhecida por Dora de Severo e seu filho Leleu, provocou grande comoção. No EMSAE, onde Ivan trabalhava e era considerado um funcionário dedicado, os colegas estão bastante chocados com sua morte trágica.
O prefeito do município, Luiz Vicente Berti, que estava em Salvador e se deslocou imediatamente para Sobradinho, decretou luto oficial por 3 dias e lamentou com pesar a perda do funcionário público municipal: “A dor dessa família é a nossa dor também. Lamentamos com profundo pesar essa perda irreparável e nos solidarizamos com a família e amigos de Ivan, uma pessoa que prestava na sua área relevantes serviços ao nosso município", externou.
Em nota de pesar o diretor do EMSAE, Alexandre Delles, também lamentou o ocorrido: “Manifestamos, em nome de todos os Servidores do EMSAE o mais profundo pesar pelo falecimento do Sr. Ivan Niclites dos Santos, servidor público municipal, externando a todos os familiares e amigos as nossas condolências e reconhecimento dos relevantes serviços por ele prestado ao município e ao EMSAE.”
O corpo deve ser liberado no IML por volta das 14 horas e segue para a Câmara de Vereadores de Sobradinho, onde será velado. O sepultamente está previsto para as 16 horas desta segunda feitra (19).

JOVEM DE 23 ANOS É ASSASSINADO NO SALITRE

Depois de um pequeno espaço de tempo sem qualquer registro a escala do crime volta a crescer em Juazeiro. Na tarde desta sexta-feira (17), aconteceu um homicídio no Salitre, mais precisamente na comunidade de Capim de Raiz, sendo que a vítima morreu após receber disparos na cabeça de espingarda de grosso calibre.
A vítima identificada como Reymison Roger Batista de Araújo, 23 anos, residente em Capim de Raiz, estava em um veículo gol branco que foi alvejado por vários disparos e correu para se esconder no interior de um bar quando recebeu um disparo de arma de fogo de grosso calibre e faleceu no local. Os elementos estavam em um carro Classic de cor chumbo.

VALENÇA: JOVEM FOI ASSASSINADO COM 4 TIROS NO ALTO DE SÃO ROQUE

Por volta das 06 horas da manhã desta sexta-feira (17/07), o jovem Nadiomancio Santos de Jesus, de 22 anos, conhecido popularmente por "Nado Manco", foi assassinada na localidade conhecida como Campo de Bola, no Alto de São Roque na cidade de Valença/BA. 
Segundo informações, "Nado Manco" foi assassinado com quatro disparos de um revolver e um de espingarda, todos das costas. A Delegacia de Polícia Civil investigará o crime, para chegar aos autores e prende-los.
Fonte:  Amarelinho10

MULHER É MORTA A FACADAS EM AVENIDA MOVIMENTADA DE PETROLINA-PE

mulher morta petrolina
Uma mulher, de 26 anos, foi assassinada a facadas na noite desta sexta-feira (17) na Avenida da Integração, Zona Leste de Petrolina, no Sertão pernambucano. A vítima era trabalhadora rural e mãe de quatro filhos. O Suspeito do crime é o ex-companheiro da vítima, que fugiu do local.
Segundo informações dos familiares, a jovem morava no núcleo 10 do Projeto de Irrigação Senador Nilo Colho, Zona Rural da cidade. Ela estava chegando na cidade para passar o final de semana com a mãe. Segundo a família da vítima, o ex-companheiro da jovem, principal suspeito, ameaçava a trabalhadora rural com frequência por ciúmes.
G1 Petrolina
Foto enviada pelo WhatsApp

Cunha acredita que Janot pedirá seu afastamento da presidência da Câmara


Cunha acredita que Janot pedirá seu afastamento da presidência da Câmara

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), acredita que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve pedir seu afastamento cautelar do cargo após ser acusado de intimidação por um dos delatores da Operação Lava Jato. Segundo o Blog do Josias, do UOL, Cunha revelou em privado que já está se preparando para a acusação de que usa seu posto para constranger testemunhas e atrapalhar o andamento das investigações. Ele teria avaliado que, após o depoimento do doleiro Alberto Youssef de que um “pau mandado” seu o estaria intimidando, Janot terá matéria-prima para solicitar o afastamento ao Supremo Tribunal Federal. “Eu venho sofrendo intimidação perante as minhas filhas e a minha ex-esposa por uma CPI coordenada por alguns políticos. […] Como réu colaborador, quero deixar claro que eu estou sendo intimidado pela CPI da Petrobras, por um deputado pau mandado do senhor Eduardo Cunha”, disse Youssef à Polícia Federal. Antecipando sugestões de que seria a pessoa referida pelo doleiro, o deputado Celso Pansera (PMDB) disse para O Globo que não é “pau mandado de ninguém”. “Não devo favor nenhum a Eduardo Cunha. Ele é líder do partido, presidente da Câmara, mas fui eleito como resultado do meu trabalho. Fazer os requerimentos à CPI foi uma decisão minha. E só fiz isso porque foi o próprio Youssef quem falou dos patrimônios das
 filhas na delação dele”, justificou Pansera.

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Cigano é morto a tiros em Santo Antônio de 


Jesus (BA)

Polícia não tem pistas da autoria e a motivação do crime

Cigano foi encontrado morto por populares Foto Criativa on line
Cigano foi encontrado morto por populares
Foto Criativa on line
Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br
Um cigano foi executado a tiros na tarde deste sábado (18), nas imediações do Clube dos 1000, em Santo Antônio de Jesus, cidade que fica localizada a 193 quilômetros de Salvador, na região do Recôncavo Sul da Bahia.
De acordo informações policiais, a vítima identificado como Darlan, residia no sul do país e estaria a passeio na cidade. O corpo de Darlan foi encontrado por populares dentro de um veículo modelo Hilux, placa policial OZL 8958 com licença da cidade de Wenceslau Guimarães.
O crime está sendo investigado pelo Departamento de Homicídios da 4ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), a autoria e a motivação do crime são desconhecidas.

Homem morto depois de abordagem policial será enterrado após 2 anos


Familiares do auxiliar de serviços gerais Antônio de Araújo, que foi encontrado morto em 2013 após abordagem policial no Distrito Federal, decidiram enterrá-lo no próximo domingo (19). A cerimônia ocorre 2 anos e 2 meses após o sumiço. Irmãos decidiram manter a osssada no IML até o indiciamento dos suspeitos. No dia 1º de julho, a Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público contra dois policiais militares por tortura e morte do homem.

Irmão da vítima, Mauricio Araújo publicou dados sobre o enterro em uma rede social, que ocorrerá às 12h no cemitério de Planaltina. "Seus restos mortais serão sepultados com a dignidade que ele merecia", disse.

A vítima desapareceu em 27 de maio de 2013 após ser abordado por PMs da região dentro da chácara de um sargento da corporação, no Córrego do Atoleiro, no bairro Arapoanga. Os restos mortais de Araújo foram encontrados quase seis meses depois, em 21 de novembro, em uma área de cerrado do Setor Residencial Leste. Até então, o caso estava na Divisão de Repressão a Sequestros (DRS) e era tratado com “desaparecimento”. A partir daí, foi transferido para a Coordenação de Homicídios, mas sem avanços.

Passados dois anos desde a morte do auxiliar de serviços gerais, a família cobrava respostas. Com a troca de equipes na unidade especializada no início deste ano, as investigações tomaram outros rumos e os dois policiais militares acabaram indiciados no fim de maio deste ano e denunciados pelo MP.

O inquérito foi finalizado pela Coordenação de Homicídios da Polícia Civil no final de maio deste ano e, segundo as investigações, Araújo morreu após uma hemorragia interna causada por chutes pelo corpo. O laudo do Instituto de Medicina Legal elaborado no ano passado já havia indicado que a vítima teve quatro costelas quebradas e que as fraturas foram produzidas por um “agente contundente”, como “socos e chutes”, e não por queda ou acidentes.

Conforme o documento, peritos do Instituto de Criminalística analisaram tecidos de pele da área afetada pelas pancadas e concluíram que a vítima teve hemorragia. O exame histopatológico apontou ainda que as lesões internas e os traumatismos teriam ocorrido quando o homem ainda estava vivo.

Neste ano, um dos seis policiais envolvidos na abordagem também confirmou em depoimento na delegacia especializada que Antônio foi agredido fisicamente. Na denúncia do Ministério Público, Carlos Roberto e Silvano Dias foram apontados como os autores das pancadas que mataram o auxiliar de serviços gerais.

A violência teria sido cometida após os PMs terem sido acionados pelo sargento, dono da chácara onde Araújo foi encontrado durante a madrugada. Na mesma semana, ele tinha deixado o Hospital Regional de Planaltina por problemas com alcoolismo. Mas, ao localizá-lo na propriedade – acreditando que a vítima fosse bandido –, começaram agredi-lo para que ele confessasse onde estariam os supostos comparsas.

À época, Silvano Dias era cabo da PM e foi promovido a sargento. Ele e Carlos Roberto faziam parte da primeira guarnição da PM que chegou à chácara para verificar o chamado do sargento de que tinha alguém na propriedade. O policial que dirigia a viatura não teria participado das agressões, mas confirmado que elas existiram. Outra viatura com três policiais foi acionada em seguida, e eles teriam sido os responsáveis por levar Antônio até a 31ª Delegacia de Polícia (Planaltina), onde foi liberado após averiguação de que ele não tinha cometido crime.

A ossada de Antônio foi encontrada a cerca de um quilômetro da delegacia, debaixo de um pé de pequi em uma área de cerrado, mas próximo de casas. A possibilidade levantada pelos agentes da Polícia Civil é que ele tenha caminhado, embora debilitado, até o local e morrido em razão das lesões e hemorragia.

Não há evidências de que as agressões tenham sido cometidas na área onde os restos mortais de Araújo foram encontrados e nem da participação de nenhum dos três policiais da segunda guarnição. O Globo - Foto: Reprodução/TV Globo

FEIRA DE SANTANA: POLÍCIA REGISTRA 2º HOMICÍDIO NO GEORGE AMÉRICO EM MENOS DE 24 HORAS

Foi assassinado na tarde desta sexta-feira (17), Leone de Oliveira Costa, 29 anos, que residia na Rua G, no conjunto George Américo, em Feira de Santana. O homicídio aconteceu na esquina da Rua S1 com a G1, no mesmo conjunto.
Ele foi morto com tiros na cabeça disparados por pessoas ainda não identificadas. Policiais da 65ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) realizam diligência em busca de suspeitos, mas até o fechamento desta matéria ninguém foi preso.
Este é o segundo homicídio registrado no conjunto em menos de 24 horas e o terceiro no ano. O local possui uma Base Comunitária de Segurança e desde que foi instalada houve uma redução significativa no número de homicídios no bairro. Este terceiro crime preocupa as autoridades policiais que vem realizando diversas ações para combater a violência no conjunto, e em outros bairros da cidade.
Diante desse homicídio o comandante da 65ª CIPM, Major Lobão, lamentou a falta de apoio da comunidade para denunciar os criminosos do bairro. Ele ressalta que a denúncia é anônima e que não há risco de o denunciante ser identificado.
“A polícia não tem bola de cristal. A vítima levou um tiro certeiro na cabeça, o tiro foi diretamente para ele, não foi bala perdida, não confronto. A sociedade tem uma ferramenta importante para sua paz que é a polícia, mas a sociedade se cala diante dos homicídios. Tem como acabar com a morte no seio de sua comunidade mas é preciso da cooperação da sociedade com a Polícia Militar”, declarou.
O major informou ainda que o autor do assassinato de Leone foi reconhecido por uma pessoa que estava passando e ligou para um policial, mas geralmente os moradores preferem silenciar diante de um homicídio por medo, mesmo sabendo que não terão seus nomes revelados.  O corpo de Leone foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT). 
Fonte: Acordacidade

Postagem em destaque

  Cantor Vagner Rosa tenta contra vida da ex-esposa Cleber Vieira Por volta das 22 horas do ultimo Sábado dia 24,foi registrada ...