terça-feira, 14 de abril de 2015

Ações do 6º BPM em Senhor do Bonfim


6º BPM REALIZA PRISÃO POR TRÁFICO DE ENTORPECENTES.
Drogas
Policiais da CETO do 6º Batalhão de Polícia Militar apreenderam dois adolescentes e realizaram prisões por tráfico de entorpecentes, no Bairro Mutirão, em Senhor do Bonfim, nesta segunda feira (13), às 20h15.
Com a informação da localização de um ponto de venda de drogas, os policiais apreenderam 25 pedras de crack, 10 petecas de cocaína, 48 trouxas de maconha, uma sacola com aproximadamente 350g e um cigarro da mesma droga, a quantia de R$ 41,00 e duas armas brancas tipo facão, em poder de Andreia da Silva Lima, 26 anos, Alison Lima de Almeida, 19 anos, Jacinto da Silva Costa, 18 anos, além de um rapaz e uma moça de 17 anos.
Os envolvidos e o material encontrado foram apresentados na delegacia de Polícia Civil.
6º BPM APREENDE ADOLESCENTES POR USO DE DROGA EM ESCOLA.
Policiais da 2ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar apreenderam dois adolescentes que faziam uso de droga em uma escola estadual, na Praça Nova do Congresso, centro de Senhor do Bonfim, nesta segunda feira (13), às 15 horas.
Os policiais foram solicitados pela diretora, em razão de dois rapazes, de 15 e 16 anos, utilizarem maconha no banheiro do estabelecimento de ensino.
Os dois adolescentes foram apresentados, na presença da diretora, na delegacia de Polícia Civil para as medidas cabíveis.
AGRESSORES DOS PRÓPRIOS PAIS SÃO CONDUZIDOS À DELEGACIA PELO 6º BPM.
Policiais da 2ª Companhia do 6º Batalhão de Polícia Militar conduziram à delegacia de Polícia Civil os irmãos Marcos de Oliveira e Cosme de Jesus Oliveira por agredirem os próprios pais, um senhor de 66 anos e uma senhora de 69 anos, na Travessa Laranjeira, Bairro Mercado, em Senhor do Bonfim nesta segunda feira (13), às 23h20.
*Por 6° Batalhão de Polícia Militar
Seção de Comunicação Social

“Não sabia que era errado” diz mulher após ser abusada e ter seis filhos do próprio pai

Publicado por Redação Bonfim Notícias em 14 de abril de 2015
01
Há quase três anos, Júlia Pinheiro das Chagas, de 31 anos, foi resgatada pela polícia na comunidade Lago dos Paus, no Rio Gregório (AM). Atualmente ela mora em uma casa alugada com seis filhos, frutos de uma relação incestuosa que manteve por anos com o seu pai, João das Chagas Ribeiro Mourão, de 66 anos. Há dois, ele cumpre a sentença no regime fechado no presídio Manoel Neri, em Cruzeiro do Sul, distante 648 quilômetros da capital acreana. As marcas do passado ainda fazem Júlia chorar.
A dona de casa conta que vive com a ajuda de Aluguel Social, oferecido pela prefeitura da cidade, que abriga ela e os seis filhos. Tímida e com o vocabulário restrito, Júlia relembra a vida que tinha ao lado do pai. “Eu engravidei oito vezes, mas os dois mais velhos morreram. Eu não sabia que era errado, não entendia nada disso. Só percebi que tinha algum problema quando meus filhos começaram a ter deficiência, sabia que eles não eram normais”, conta.
Das seis crianças, a que apresenta o estado mais crítico é o filho de 6 anos. Ele não anda devido à uma deficiência motora e também apresenta uma espécie de descamação na pele. Outra filha, uma garotinha de 11 anos, também apresenta dificuldades de relacionamento.
“Têm dias que a minha filha passa o dia sem comer, não fala com a gente. Fica pelos cantos, acho que ela tem uma lembrança bem forte de tudo que aconteceu”. Durante a entrevista, a menina não chega a comentar nada. Após conversa com a mãe, ela confessa que não gosta de ir nem mesmo à escola por conta das muitas pessoas que têm que enfrentar. Sobre as lembranças do que viveu com seu pai/avô, ela prefere o silêncio.
02
Questionada se um dia pretende reencontrar o pai, Júlia diz que tenta aos poucos perdoar o que João fez com ela e com as crianças. “Eu penso em procurá-lo para que ele possa ver as crianças, porque quando ele foi preso, nossos filhos eram todos bem pequenos. Tive muita raiva dele, mas agora estou tentando esquecer. Posso até perdoar, porque quem quer o perdão, perdoa. Mas, às vezes que é difícil falar”, diz emocionada.
A dona de casa relembra que quando vivia com o pai não tinha contato com ninguém, pois João a fazia guardar segredo sobre a vida a dois. “Eu não ia à cidade e ele pedia muito que eu não contasse para ninguém que ele era meu pai”, conta.
Ao G1, a mulher diz que tenta não conversar com os filhos sobre o que aconteceu e acredita que os meninos não sintam saudades do pai que, segundo ela, batia tanto em Júlia como nas crianças. No dia do resgate, em 2012, ela recorda nitidamente como a polícia chegou.
“A gente estava cuidando da farinha e eu estava dentro de casa porque ele tinha acabado de me bater, ele batia muito a minha cabeça na parede da casa”, alega. Ao lado dos seis filhos, Júlia não contém as lágrimas ao ver a foto do pai dentro da cadeia. À reportagem, ela diz que o choro é de raiva e mágoa de tudo o que aconteceu, mas ela repete entre lágrimas que perdoaria João.
Desde o acontecido, Júlia diz que não tem mais contato com a mãe e nem sabe se ela está viva. Segundo ela, a mulher mora em uma comunidade às margens do Rio Tarauacá.
O G1 também tentou encontrar informações sobre a mãe de Júlia, mas foi informado pela Delegacia da Mulher, que presidiu o inquérito que o endereço da mãe de Júlia está registrado como indeterminado.
*As informações e fotos são do G1/AM

Acidente na estrada que liga Campo 

Formoso ao povoado de Poços

DSC04564-800x600
Ocorreu na manhã desta segunda (13) um acidente na estrada que liga o Povoado de Poços à cidade de Campo Formoso.
Segundo informações o motorista de um Uno verde com destino a Campo Formoso e em sua frente seguia uma motocicleta. O motorista do uno acabou perdendo o controle do carro e ao tentar desviar da moto acabou saindo da pista, logo em seguida um caminhão-pipa  ao tentar parar para socorrer o ocupante do uno também perdeu o controle e chegou a capotar o caminhão já fora da estrada.
O motivo das derrapagens teria sido vazamento de óleo na pista. No uno tinha apenas o motorista e no caminhão havia 3 ocupantes, sendo que uma mulher acabou sofrendo ferimentos leves.
DSC04566 (800x600)
DSC04568 (800x600)
.
Redação Tiquara News
Créditos: Foto: Yula Braga / Sociedade Online
 Cerca de cem policiais civis e militares realizaram um investigação de vinte dias e cinto de operação em campo para desarticular três quadrilhas que tentavam liderar o tráfico de drogas na cidade de Camaçari. Durante a operação 18 pessoas foram presas, incluindo uma mulher identificada como Daniela de Souza. De acordo com a polícia, todos tinham envolvimento com o tráfico de drogas ou armas, e dez são responsáveis por, pelo menos trinta homicídios na região. A polícia também apreendeu dez armas, munição e drogas. A ação que deve continuar para coibir a criminalidade no município.Fonte:Radiosociedadeam.

POLICIAL: PRINCÍPIO DE INCÊNDIO EM ÔNIBUS COM ESTUDANTES DE PINDOBAÇU DEIXA ALUNOS EM PÂNICO


O que era para ser mais um início de semana letiva começou com um episódio de terror que deixou alunos em pânico.

Quando se deslocavam do município de Pindobaçu para a cidade de Senhor do Bonfim, em um ônibus descaracterizado, mas que presta serviço à educação daquela cidade, alunos narraram o que vivenciaram ao ver a fumaça tomar conta do interior do veículo, e faíscas de fogo saindo da caixa de marcha do transporte.

Segundo uma estudante, um barulho estranho já havia chamado a atenção de todos, pois não era normal o que acontecia, e surpreendentemente nas imediações do Bairro Bonfim III, já em Senhor do Bonfim, começou a sair fumaça da caixa de marcha, “primeiro lugar todos tivemos a sensação de medo, porque ninguém esperava, nós estávamos até comentando pois estava um barulho estranho, diferente do costume, ficamos em pânico, pois pensávamos que iria pegar fogo e como realmente pegou”.


Quando chegaram no contorno a situação complicou mais ainda, e a estudante que estava sentada logo no início do ônibus desabafou, “começou a fumaçar e começamos a nos preocupar, eu que vinha na frente fiquei mais assustada que os demais, quando chegamos no contorno saiu muita fumaça, e depois saiam jatos de fogo, ai começou a tribulação, foi quando o motorista encostou pra tentar tirar o pessoal, no empurra empurra alguns se machucaram, tivemos que quebrar algumas janelas, eu ainda tive que ajudar alguns a sair, pois a porta deu problema”, disse uma estudante ainda em estado de choque.

De acordo com informações na semana passada o mesmo ônibus apresentou problemas, e sobre esse descaso a estudante continuou o desabafo, “eu queria pedir ao prefeito Marlos André, principalmente que ele viesse um dia com a gente nesse ônibus que ele coloca a gente pra vim todos os dias, pois é uma situação constrangedora, acordamos cinco horas, esperamos o motorista até seis e quinze, chegamos muitas vezes atrasadas na escola, isso quando o ônibus não quebra, e quando não passamos pela humilhação de falar hoje não tem ônibus e nós não somos obrigados a por ônibus para vocês, porque vocês estudam fora, sabemos que se o município não tem escolas de qualidades temos que ir buscar educação fora”. Desabafou a estudante

Nossa reportagem tentou contato com a prefeitura de Pindobaçu, e com a Secretária de Educação, porém não obtivemos êxito.


Maravilha Notícias

ESCLARECIMENTO SOBRE AS BLITZ DE VEÍCULOS CICLOMOTORES


A Prefeitura municipal de Senhor do Bonfim, através do DMTrans (Departamento Municipal de Trânsito) informa que o município só tem participação sobre a circulação dos veículos de 50cc, no que diz respeito a regulamentação de Lei Municipal, que dispõe sobre o emplacamento e informa que já está em desenvolvimento um estudo para essa regulamentação.

Segundo a Lei nº 9.503 de 23 de Setembro de 1997 que institui o Código de Trânsito Brasileiro, o Artigo 129, define que as autorizações a cargo dos municípios são aquelas para veículos à propulsão humana e de tração animal.

O Art. 141. da mesma Lei, define que o processo de habilitação e as normas relativas à aprendizagem para conduzir veículos automotores e elétricos e à autorização para conduzir ciclomotores serão regulamentados pelo CONTRAN.

Em contato com o Capitão Mascarenhas, do 6º BPM, fomos informados que as regras para conduzir ciclomotores determinam que o condutor deve ser habilitado, ser maior de 18 anos e utilizar capacete.


ASCOM
Prefeitura Municipal de Senhor do Bonfim

ANDORINHA: PREFEITURA DE ANDORINHA ESTÁ COLOCANDO À DISPOSIÇÃO DOS CRIADORES DO MUNICÍPIO, MÉDICO VETERINÁRIO PARA VACINAÇÃO CONTRA BRUCELOSE


A prefeitura de Andorinha, através da secretaria de Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente, está disponibilizando sem nenhum custo para os criadores, os serviços de um médico veterinário para vacinação contra brucelose em todo município. Segundo informações da secretaria, até o momento já foram vacinados 500 bezerros e a previsão é atingir 95% do rebanho. Atualmente o município de Andorinha tem aproximadamente 17 mil bovinos.

“A Brucelose é uma doença grave e transmissível que causa pela bactéria Brucella sp que ataca bovinos, suínos, equinos, caprinos, ovinos e pode ser transmitida ao homem”. Alertou o médico veterinário contratado pela prefeitura para atender os criadores de Andorinha, Jorge Manoel Oliveira Prisco,

A doença

Os sintomas da Brucelose bovina causada pela Brucela abortus são:
Retenção de placenta (após dar cria, o animal continua com a placenta colocada, provocando infecção). ,
Aborto geralmente entre o 7º e 9º mês de gestação,
Artrite (juntas inchadas). )
Arquite (bolsa escrotal inchada). ).

No homem, os sintomas mais frequentes são: febre, dor muscular, artrite.

ASCOM

Postagem em destaque

Salvador: Patamo prende dois traficantes durante ocupação neste domingo Durante rondas na região do Nordeste de Amaralina, equ...