sábado, 19 de outubro de 2013

De brinde: leitor do Bocão News encontra objeto estranho em garrafa da Pepsi

Um leitor do Bocão News que não quis se identificar encontrou um objeto estranho dentro de uma garrafa de refrigerante da marca Pepsi, na última quinta-feira (17), em Salvador. A bebida que ainda está lacrada faria parte do lanche de uma criança de oito anos.
De acordo com a mãe da criança, o marido dela comprou o produto em um supermercado da rede Bompreço no bairro da Plataforma. “Meu marido foi fazer as compras e a gente estava desarrumando as sacolas quando observamos uma cosia estranha na garrafa. Era para minha filha. Não precisei abrir para ver. A garrafa continua lacrada”, detalha. Ainda segundo a mulher, ela entrou em contato com a Pepsi para informar a situação e teve mais uma surpresa quando sugeriu que o lote fosse tirado de circulação e a população alertada.
 
 
“Eles se negaram. Eles queriam me dar uma gratificação, quatro caixas com 12 unidades de refrigerante em lata. Eles também falaram que iria enviar uma equipe para pegar o produto e que não era para eu mostrar para ninguém”, conta. E acrescenta. “Eles também disseram que só poderiam retirar após análise. Agora imagine, quando a retirada fosse feita as pessoas já teriam consumido o refrigerante. No primeiro momento minha intenção era apenas alertar, mas fiquei muito chateada com a posição da Pepsi”, finaliza.

Bocão News

POLICIA CIVIL DE JACOBINA PRENDE JOVEM POR CRIME DE PEDOFILIA NA INTERNET




No final da tarde desta sexta, 18, foi apresentado em coletiva de imprensa na 16ª Coorpin em Jacobina, o jovem Michel Almeida de Oliveira Veras, 23 anos, por praticar crime de pedofilia na internet.

Michel é acusado de crime contra a criança e o adolescente, ao fotografar e compartilhar imagens de adolescentes entre 13 e 16 anos. A polícia chegou até o Michel através de denuncias de duas garotas vítimas de exposição através de celular e internet. Uma menor, ex-namorada do acusado esteve esta tarde na delegacia.

Segundo o Dr .Rogério Menezes, Michel saia com as vítimas e às fotografa, outras eram induzidas via Webcam para ficarem nuas, capturava as imagens e compartilhando em seguida com amigos. Algumas das vítimas eram forçadas a usar drogas.

Com o acusado, na sua residência no Bairro Felix Tomaz, foi apreendido um computador, material pornográfico de adolescentes contidos em um notebook, que após pesquisas encontraram assuntos com relatos ao tráfico de drogas em Jacobina. Durante as buscas também foram encontrados (2) pinos, os quais são utilizados para condicionar cocaína. Michel confessou ser usuário de drogas.

Para o delegado titular Rogério Menezes, o crime de Michel é inafiançável, e ele será autuado por crime de pedofilia na internet, sendo enquadrado no artigo 241-A, reclusão de 3 a 6 anos de prisão. O acusado também já foi preso por tentativa de homicídio na cidade de Caém.

O Delegado finalizou dizendo, quem foi vítima de Michel de Oliveira Veras, pode comparecer na delegacia para registrar ocorrência policial, que as medidas legais serão adotadas.

Fonte: Augusto Urgente


PM que baleou ladrão não foi punido e recebe honraria mais alta da corporação em São Paulo


O policial militar que deu dois tiros em um ladrão no último sábado (12), em São Paulo, foi condecorado com a medalha Láurea de Mérito Pessoal em 1º Grau. Este é o grau mais alto de honraria que a PM concede aos seus profissionais que se destacam por atos de bravura, segundo a Folha Online.

O oficial está afastado do trabalho por conta de uma cirurgia que já tem data marcada. Ele não sofreu nenhum tipo de punição, ao contrário de boatos, e assim que puder retoma suas atividades na corporação. 

A PM diz em nota que "as imagens mostram uma ação legítima, praticada segundo o procedimento operacional padrão e a postura do oficial em seu horário de folga, pondo em risco a própria vida, demonstra profissionalismo e devoção à causa pública".

O oficial deu entrevista à rádio Bandeirantes, pedindo para não ser identificado, e diz que considera a ação bem sucedida por ter diminuído as chances de resistência do suspeito. O policial diz ainda que só reagiu porque o ladrão "resistiu e tentou tirar a arma da cintura".



Entenda o caso 

Um vídeo gravado por uma câmera acoplada ao capacete de um motociclista mostra um policial militar atirando em um homem de 18 anos após ele assaltar sua moto de luxo na tarde de sábado (12), Dia da Criança, na zona leste de São Paulo.

Leonardo Escarante Santos foi encaminhado ao pronto-socorro do Tatuapé com um tiro no abdômen e outro na perna. Ele passou por cirurgia, mas não há informações sobre o estado de saúde dele. O outro suspeito conseguiu fugir.

A vítima seguia em sua Honda Hornet branca por volta das 15h quando foi abordada no encontro das avenidas Doutor Assis Ribeiro e Gabriela Mistral, na Penha. Segundo a narração do vídeo, ele estava indo para o Salão Duas Rodas, na zona norte.

No local, ele foi abordado pela dupla em uma Honda Twister vermelha. Santos, que estava na garupa, aponta uma arma para a vítima, um vigilante de 35 anos, e pede para que ele entregue o veículo. Ele obedece, entrega a moto e diz para os suspeitos não se preocuparem porque ele não é policial.

Em seguida, Santos sobe na moto e guarda a arma na cintura. Um policial militar fardado que voltava do trabalho desce armado de seu carro, que estava parado no sentido oposto da via e dá voz de prisão aos assaltantes, segundo a Polícia Civil.

Fonte : Correio24horas




Postagem em destaque

A comovente história dos 2 pastores que morreram cantando hino da harpa após trágico acidente

Os últimos minutos da vida de dois religiosos que pertenciam à  Igreja Assembleia de Deus  e haviam saído de Alegre, município da Região S...