quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

6º BPM apreende menor com arma de fogo após roubo‏


Nesta quarta-feira (5), às 22h, no Bairro Bonfim III, na Cidade de Senhor do Bonfim, policiais do 6° Batalhão de Polícia Militar apreenderam um menor de 13 anos portando arma de fogo e alguns objetos roubados. O garoto, acompanhado de mais dois adolescentes, tinha acabado de roubar uma jovem de 17 anos, que, por sua vez, entrou em contato com a Polícia Militar, através do telefone nº 190. A vítima, o autor, a arma utilizada, uma pistola calibre 22 de dois canos e o material roubado (um tablet, um celular, um cartão de memória e um fone de ouvido) foram apresentados na Delegacia da Polícia Civil de Senhor do Bonfim. Os outros dois envolvidos não foram localizados.

6° Batalhão de Polícia Militar
Seção de Comunicação Social

Batida entre ônibus e carreta mata homem e deixa 17 feridos na BR 324


Uma pessoa morreu na manhã desta quinta-feira (6), no Km 605 da BR-324, após uma batida entre um ônibus e uma carreta carregada de ferro. Segundo levantamento parcial da Polícia Rodoviária Federal divulgado às 9h, 17 pessoas ficaram feridas no acidente.

Informações preliminares da PRF indicam que o motorista da carreta estava parado no acostamento consertando o veículo, quando foi atingido pelo ônibus que fazia o transporte de funcionários do Polo Petroquímico, sentido Salvador-Camaçari. Ele foi encontrado morto, com uma ferramenta na mão. Além da PRF, o Corpo de Bombeiros, Samu e a ViaBahia enviaram equipes para o local e prestaram socorrro às vítimas. Segundo a PRF, às 9h todos os feridos já tinham sido socorridos.

As pessoas em estado mais grave foram encaminhadas para hospitais próximos ao acidente. Até as 9h, o Hospital do Subúrbio confirmou o recebimento de três homens feridos, todos em estado grave. Procurada pelo G1, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia informou que não tinha dados sobre os feridos no acidente.

Somado aos reflexos do acidente, o fluxo habitual de veículos no horário causa um congestionamento de cerca de 15 Km de extensão na região, informou às 9h a PRF.

G1 BAHIA
0

MENOR APREENDIDO APÓS ROUBO A MÃO ARMADA NAS POPULARES EM BONFIM


Por volta das 22h00min, dessa quarta-feira, no Bairro Casas Populares, um garoto de apenas 13 anos foi apreendido, após ter consumado um assalto a um adolescente de 17 anos, portando arma de fogo calibre 22, o menor ainda chegou a agredir a vitima, colocando a arma na cabeça da vitima e ameaçando-a.
Fato ocorrido nas imediações do Posto de Saúde do citado bairro, sendo que o menor conseguiu roubar um aparelho tablet, um celular, e R$ 5,00.
A PM, logo foi acionada, e apresentando o acusado até a Delegacia Territorial, de onde o mesmo foi liberado.

Maravilha Notícias

HOMEM É ATROPELADO PRÓXIMO A RODOVIÁRIA DE JAGUARARI


Segundo informações era por volta das 17hs:30min, de ontem 05/12, quando um homem não identificado transitava pelas imediações da rodoviária de Jaguarari, quando foi surpreendido pelo um carro de passeio, atropelando o mesmo. A SAMU foi acionada levando o homem para o Hospital de Jaguarari, onde foi medicado e está em observação.

MEDO DE SER MORTA POR COMPANHEIRO FAZ MULHER PULAR DE MOTO EM MOVIMENTO EM JACOBINA


A jovem Edriane Olimpio de Oliveira, de 31 anos de idade, esteve no complexo de polícia nesta quinta-feira para prestar queixa contra seu companheiro , a quem acusa de tentativa de homicídio. Na declaração da própria vítima, seu companheiro, Almir Lucena dos Santos, de 36 anos, teria a chamado para dar uma volta na rua durante a noite desta quinta, 05/12, , e depois de mais de uma hora rodando pela cidade, começou a andar rápido na moto dizendo que ia lhe matar, com medo da morte, ela pulou duas vezes da motocicleta. A primeira vez foi na estrada de chão que liga o bairro do Perú a Jacobina III, mas ele voltou e disse que se ela não voltasse para a moto iria mata-la ali mesmo.

Depois que ela voltou para a garupa ele se dirigiu até a região do Pontilhão quando disse que dois capangas já esperavam por ela em um determinado local para dar cabo de sua vida. Foi então que, já desesperada, Edriane pulou pela segunda vez do veículo. " Só me lembro que vi o mundo rodar e quase desmaiei, mas vi ele voltar e me fingi de morta. Então ele começou a gritar dizendo que ia passar com a moto por cima de mim e aí eu saí correndo para debaixo de um carro que estava peóximo.

Neste instante graças a Deus apareceu uma viatura da PM que suspeitou da situação e abordou ele. Em seguida veio em minha direção e aí ele aproveitou e fugiu. A polícia me levou para o hospital onde fiquei internada e assim que saí hoje vim prestar queixa, relatou a vítima. No momento em que Edriane esperava para fazer exame de corpo de delito no DPT, ela recebeu a notícia de que seu companheiro acabara de ser preso por Agentes da polícia Civil em seu local de trabalho, uma empresa de construção civil da cidade. Segundo informações do delegado Cléber Azevedo, que instaurou o inquérito, o acusado negou as acusações e disse não saber porque a sua companheira pulou da garupa da moto, e disse que fugiu porque ficou assustado. O delegado disse que a vítima relatou que seu companheiro é possessivo e ciumento e que no dia do ocorrido tinha feito uso de bebida alcoólica depois de ter passado cerca de três anos sem beber. Segundo o delegado, os PMs também apreenderam uma espingarda tipo bate-bucha municiada na casa do casal , no bairro Jacobina IV, que foi apresentada na delegacia.

O delegado informou também que o acusado já tem histórico de violência praticada contra uma ex-companheira. Almir Lucena dos Santos encontra-se preso na delegacia local e foi formalmente autuado em flagrante por tentativa de homicídio.

Bahia Acontece

Sr do Bonfim: Operação da PF termina com 21 presos Publicado em 6 de dezembro de 2012 por Walterley Kuhin em Policial Operação Beryllo foi realizada em Campo Formoso, Senhor do Bonfim e RJ. Investigação aponta que pedras extraídas no país são levadas para a Ásia.


Pedras encontradas pela PF durante a Operação(Foto divulgação Polícia Federal)

A Operação Beryllo, conduzida pela Polícia Federal nesta quarta-feira (5), foi finalizada com a prisão de 21 de pessoas, realizadas nas cidades da Bahia e do Rio de Janeiro. De acordo com o órgão, 13 pessoas foram detidas em Campo Formoso, uma em Senhor do Bonfim, ambas no norte do estado, e outras sete no Rio de Janeiro.

Dezenove dessas prisões já tinham sido cumpridas no início da manhã desta quarta. Os suspeitos atuam em um esquema de comércio ilegal de pedras preciosas. Estava previsto o cumprimento de 24 mandados de prisão temporária e 32 de busca e apreensão nas cidades. Foram apreendidos oito carros de luxo, além de pedras preciosas e documentos.

De acordo com a Polícia Federal, uma quadrilha atua na extração e exportação de pedras como citrino, ametista e esmeralda, que eram enviadas de forma irregular para países da Ásia. O comércio era realizado por meio de empresas localizadas no Rio de Janeiro.

A Receita Federal apoia a operação, já que documentos fiscais seriam emitidos pela Inspetoria da Secretaria da Fazenda do Estado em Senhor do Bonfim sem que fossem declarados os valores reais da transação. A Polícia Federal não sabe o valor dos tributos sonegados, mas estima que cheguem à casa dos milhões de reais. O prejuízo aos cofres públicos será apurado por meio da análise do material apreendido.

O grupo pode ser autuado por crimes ambientais, usurpação de patrimônio público da União, crimes tributários, descaminho, falsidade ideológica, receptação, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Pindobaçu: Operação Vulcano III divulga balanço com a prisão de 11 pessoas


Bolinha, proprietário de um dos cortes, fez um TCO

Simultaneamente está acontecendo nestes dias 05 e 06 de dezembro, nas cidades, de Feira de Santana, Nazaré das Farinhas, Simões Filho, Castro Alves, Pindobaçu e Novo Horizonte, a OPERAÇÃO VULCANO III, coordenada pela 6ª Região Militar, por intermédio do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC/6), a operação tem como objetivo fiscalizar Pessoas Jurídicas que realizam atividades com explosivos, e verificar se há o cumprimento da Portaria nº 03 do Comando Logístico do Exercito, de 10 de maio de 2012, que versa sobre atividades com material de uso controlado.
O balanço divulgado pela policia até agora apresenta um total de 11 pessoas presas suspeitos de armazenar explosivos de forma ilegal. De acordo com a Polícia Civil, as prisões ocorreram em uma cooperativa. As pessoas detidas são ligadas à empresa e também não apresentaram certificado de origem dos explosivos encontrados no local, além de adulterarem o sistema de explosão dos artefatos, segundo a polícia. A cooperativa foi interditada e lotes de emulsão explosiva que estavam na cooperativa foram apreendidos.
Participam dessa operação, o Exercito Brasileiro auxiliado pelas Polícias Civil e Militar da Bahia, bem como o Departamento de Produto Mineral.
A equipe comandada pelo delegado Felipe Nery, também participou da operação.
Foram presos na Operação Vulcano III:
Paulo Roberto de castro, 60 anos, um dos donos de minas;
Francisco Pereira Reis, 54 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
João Henrique Oliveira dos Santos, 53 anos residente em Campo Formoso;
Anailton Janio Nunes, 38 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
Gilmario Francilino da Silva, 44 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
Manoel Menezes de Amorim, 37 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
Luiz de Oliveira Costa, 53 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
João Gonçalves de Oliveira, 41 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
Outros dois identificados como Bolinha e Val, feito TCO.
Com exceção de Bolinha e Val, os demais responderão por crime especificado no art. 16 parágrafo único, inciso 3º do CP.
FOTO Corte de Esmeraldas: Netto Maravilha
Compartilhe isso:

Itiúba: Virou rotina, Prefeita Cecília tem contas rejeitadas pelo TCM






Prefeita de Itiúba desobedece novamente índice com pessoal e sofre rejeição das contas

Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios, na tarde desta quarta-feira (05/12), rejeitaram as contas da Prefeitura de Itiúba, sob a administração de Cecília Petrina de Carvalho, por não reduzir o excesso de despesas com pessoal, além de outras falhas cometidas no exercício financeiro de 2011.

O conselheiro Raimundo Moreira, relator do parecer, aplicou à gestora multas de R$ 38.160,00, equivalente a 30% do total dos seus subsídios, em função da não diminuição em 1/3 do total das despesas com pessoal, e outra de R$ 2 mil referente as demais impropriedades constatadas no relatório.

O relator determinou ainda a devolução aos cofres municipais da quantia de R$ 11.354,70, atinente a saída irregular de recursos da conta do FUNDEB e por despesas realizadas sem lastro documental. Cabe recurso da decisão.

O Município de Itiúba está localizado no semi-árido baiano com uma receita no montante de R$ 44.635.209,64 e uma despesa realizada na quantia de R$ 43.875.659,79, resultando em uma economia orçamentária na ordem de R$ 1.013.940,21.

Das obrigações constitucionais, a prefeita cumpriu os índices mínimos em educação com investimento de R$ 19.627.732,30, correspondente a 25,85%, na remuneração dos profissionais do magistério com recursos do FUNDEB na importância de R$ 11.694.233,18, equivalente a 66,29%, e em saúde com aplicação de R$ 2.995.404,90, correspondente a 15,33%, sendo o mínimo 15%.

Todavia, o mesmo desempenho não demonstrou Cecília Petrina com a diminuição do excesso de despesas totais com pessoal, lembrando que a gestora em 2010 extrapolou em 60,61% e persistiu no erro em 2011, com valores investidos na ordem de R$ 27.154.619,80, representando um percentual de 64,02% da receita corrente liquida de R$ 42.418.455,00, desrespeitando assim o art. 20, da Lei de Responsabilidade Fiscal, que estipula o máximo de 54%, comprometendo o mérito das contas.

De acordo com o pronunciamento técnico, além da reincidência com pessoal há mais impropriedades como:

Omissão na cobrança e pagamento de multas e ressarcimentos impostos pelo TCM;

Não inserção no SIGA de informações relativas aos termos ativos de contratos;

Aquisições de diversos imóveis sem a apresentação de escrituras públicas;

Irregularidades na locação de veículos;

Realizações de obras sem planilhas de medição;

Realizações de pregões com precária publicidade;

Ausência de parecer jurídico em alguns certames;

Controle Interno deficiente.

Íntegra do voto do relator das contas da Prefeitura de Itiúba. (o voto constará no site após conferência).

Morre no Rio o arquiteto Oscar Niemeyer


Arquiteto de 104 anos estava internado desde 2 de novembro em Botafogo. Reconhecido internacionalmente, ele faria 105 anos em 15 de dezembro.


O arquiteto Oscar Niemeyer, de 104 anos, morreu no Rio. Ele estava internado desde 2 de novembro, no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul. Reconhecido internacionalmente por suas obras, Niemeyer completaria 105 anos em15 de dezembro. A morte dele foi confirmada às 21h55.



Nesta quarta-feira (5), um boletim médico informava que o estado de saúde do arquiteto havia piorado e era considerado grave.



Ainda segundo o hospital, Niemeyer respirava com a ajuda de aparelhos e encontrava-se sedado por causa de uma infecção respiratória.



O hospital informou também que a piora do quadro clínico do paciente aconteceu após a visita do médico Fernando Gjorup nesta quarta-feira.



Histórico de internações



O arquiteto foi internado várias vezes ao longo dos últimos anos. A última foi em 2 de novembro, quando voltou ao Samaritano, seis dias depois de ter recebido alta. Desta vez, Niemeyer foi submetido a tratamento de hemodiálise e fisioterapia respiratória.



No dia 13 de outubro, o arquiteto deu entrada no Hospital Samaritano após sentir-se mal, apresentando um quadro de desidratação. Ele ficou internado por duas semanas.



Em maio, Niemeyer também esteve internado no mesmo hospital, quando deu entrada com desidratação e pneumonia. Depois de 16 dias, com passagem pela UTI, recebeu alta.



Em abril de 2011, o arquiteto ficou internado por 12 dias por causa de uma infecção urinária. Também já foi submetido a cirurgias para a retirada da vesícula e de um tumor no intestino.



Em 2010, Niemeyer também foi internado em abril, devido a uma infecção urinária.



Em 2009, o arquiteto ficou internado por 24 dias no Samaritano, entre setembro e outubro, após dores abdominais. Ele chegou a passar por uma cirurgia para retirar um tumor no intestino grosso, uma semana depois de ter sido operado para a retirada de um cálculo na vesícula.



Em junho do mesmo ano, o arquiteto foi internado no hospital Cardiotrauma de Ipanema, também na Zona Sul, queixando-se de dores lombares. Ele passou por uma bateria de exames e recebeu alta médica algumas horas depois. Na ocasião, exames de sangue e uma tomografia indicaram que Niemeyer estava apenas com uma lombalgia.



Em 2006, o arquiteto chegou a ficar 11 dias internado, após sofrer uma queda e passar por uma cirurgia.



Filha do arquiteto morreu em junho



A designer Anna Maria Niemeyer, única filha de Oscar Niemeyer, morreu aos 82 anos, em consequência de um enfisema pulmonar, em 6 de junho.



Segundo o administrador Carlos Oscar Niemeyer, filho de Anna, o avô esteve pela última vez com sua mãe, três dias antes, durante uma visita ao Hospital Samaritano, onde Anna Maria ficou mais de 40 dias internada.



Ainda de acordo com Carlos Oscar, durante o tratamento, Anna chegou a receber alta, mas voltou a ser internada no dia 1º de junho. Ela teve cinco filhos,13 netos e quatro bisnetos.



Carlos Oscar contou que sua mãe e o avô eram muito próximos e costumavam se falar todos os dias. Ele disse que Niemeyer ficou muito abalado ao receber a notícia da morte da única filha.



“O pai receber a notícia da morte de um filho é uma coisa extremamente difícil, imagina para um pai de 104 anos, a situação é ainda mais complicada”, comentou Carlos, durante o sepultamento de Anna Maria Niemeyer.



Oscar Niemeyer manifestou vontade de ir ao enterro da filha no Cemitério São João Batista, em Botafogo. Mas, de acordo com os parentes, ele não compareceu após os médicos avaliarem que as condições de saúde do arquiteto não eram favoráveis.



Visita à Passarela do Samba



Em fevereiro, Niemeyer fez uma visita ao Sambódromo, durante a fase final das obras de reforma da Passarela do Samba que mantiveram o traçado original que o arquiteto projetou há 30 anos. Ele enfrentou o sol forte de meio-dia e percorreu num carrinho aberto toda a extensão da Avenida.



“Está muito bom. Melhorou muito. Este não é um trabalho só meu, é o trabalho de um grupo. Estou entusiasmado”, disse Niemeyer, na ocasião.



O projeto de Niemeyer previa um equilíbrio entre os dois lados da Sapucaí, como se fosse um espelho. Com a obra, a Sapucaí passou a ter 12.500 lugares a mais, podendo acomodar 72.500 pessoas.



Trabalho em ateliê para festejar 104 anos



Autor de mais de 600 projetos arquitetônicos, Niemeyer decidiu festejar os seus 104 anos do jeito que mais gostava: trabalhando em seu ateliê de janelas amplas diante da Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio.



Em agosto de 2011, ele lançou o livro “As igrejas de Oscar Niemeyer” (Editora Nosso Caminho), na galeria de um shopping da Zona Sul do Rio.



Embora ateu convicto, o arquiteto selecionou fotos e desenhos das 16 obras religiosas, entre capelas e igrejas, que realizou ao longo de sua carreira.



“As pessoas se espantam pelo fato de, mesmo sendo comunista, me interessar pelas igrejas. E a coisa é tão natural. Eu morava com meus avós, que eram religiosos. Tinha até missa na minha casa. E eu fui criado num clima assim. Esse passado junto da família me deixou com a ideia de que os católicos são bons, que querem melhorar a vida e fazer um mundo melhor”, explicou Niemeyer, na ocasião. As informações são do G1.

OPERAÇÃO VULCANO III, COM EXERCITO, POLICIA CIVIL E PM PRENDE 11 PESSOAS EM SERRA DA CARNAÍBA –PINDOBACÚ


Simultaneamente está acontecendo nestes dias 05 e 06 de dezembro, nas cidades, de Feira de Santana, Nazaré das Farinhas, Simões Filho, Castro Alves, Pindobaçu e Novo Horizonte, a OPERAÇÃO VULCANO III, coordenada pela 6ª Região Militar, por intermédio do Serviço de Fiscalização de Produtos Controlados (SFPC/6), a operação tem como objetivo fiscalizar Pessoas Jurídicas que realizam atividades com explosivos, e verificar se há o cumprimento da Portaria nº 03 do Comando Logístico do Exercito, de 10 de maio de 2012, que versa sobre atividades com material de uso controlado.

Entende-se como produto controlado aquele que, devido ao seu poder de destruição ou outra propriedade, deva ter uso restrito a pessoas físicas e jurídicas legalmente habilitadas, capacitadas técnica, moral e psicologicamente, de modo a garantir a segurança social e militar do país.

Participam dessa operação, o Exercito Brasileiro auxiliado pelas Polícias Civil e Militar da Bahia, bem como o Departamento de Produto Mineral.

Como Pindobaçu integra a 19ª Coorpin, que tem como coordenador o delegado Felipe Neri da Silva Neto, ele mesmo esteve com os prepostos da policia civil, além de o delegado titular de Bonfim, Dr. Delmar Bittencourt, a guarnição Cipe Caatinga, da PM, que juntos estiveram em Serra da Carnaíba, onde foram presos em flagrante delito, pelo menos 11 pessoas, sendo duas por desobediência, uma vez que seus garimpos estavam interditados desde o acidente ocorrido no dia 21 de abril de 2012, quando faleceram cinco homens que despencaram de uma altura de mais de 150 metros, e outros nove presos por infringirem o artigo 16 do CP.

Sendo eles assim identificados

Paulo Roberto de castro, 60 anos, um dos donos de minas;
Francisco Pereira Reis, 54 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
João Henrique Oliveira dos Santos, 53 anos residente em Campo Formoso;
Anailton Janio Nunes, 38 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
Gilmario Francilino da Silva, 44 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
Manoel Menezes de Amorim, 37 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
Luiz de Oliveira Costa, 53 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
João Gonçalves de Oliveira, 41 anos, residente em Serra da Carnaíba – Pindobaçu;
Outros dois identificados como Bolinha e Val, feito TCO.

Ainda segundo o delegado Felipe Neri, em um dos garimpos as dinamites estavam sendo detonadas sem o Blaster (destruidor), o que é proibido pela legislação, outro situação delituosa foi o fato de os detonadores estarem substituindo as espoletas das dinamites, tirando as pirotécnica e substituindo por elétricas, “os especialista do Exercito que acompanharam a operação quando viram a situação não tiveram coragem de trazer das espoletas aqui para a apreensão, por que até meso o balanço do carro corria o risco delas explodirem, elas foram explodidas lá mesmo em Serra da Carnaíba, e lá vimos o tamanho da explosão” comentou Dr. Felipe.

Com exceção de Bolinha e Val, os demais responderão por crime especificado no art. 16 parágrafo único, inciso 3º do CP, que rege:

Art. 16. Possuir, deter, portar, adquirir, fornecer, receber, ter em depósito, transportar, ceder, ainda que gratuitamente, emprestar, remeter, empregar, manter sob sua guarda ou ocultar arma de fogo, acessório ou munição de uso proibido ou restrito, sem autorização e em desacordo com determinação legal ou regulamentar: Pena - reclusão, de 3 (três) a 6 (seis) anos, e multa.
Parágrafo único, III - possuir, detiver, fabricar ou empregar artefato explosivo ou incendiário, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar;

Maravilha Notícias

Postagem em destaque

Açougueiro é preso depois esfaquear homem até a morte em Juazeiro

Menos de uma hora depois de assassinar o autônomo Jean Araújo dos Santos, de 23 anos, a golpes de faca, no sábado (24), na Rua da União, n...