sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Jacobina: Homem é preso acusado de estuprar menor de oito anos


Está preso no complexo policia de Jacobina, um rapaz identificado como ALAN DOS SANTOS GONÇALVES, 19 anos, sob acusação de estupro vulnerável contra a menor de idade J.J. S. Alan foi preso por policiais civis da16ª Coorpin em flagrante, quando tentava fugir da cidade em um carro, conduzido por sua tia. Segundo a mãe da criança em depoimento disse que “Alan”, agiu quando ela não estava em casa, levando a menor para uma construção abandona onde tapou a boca dela para que ela não gritasse durante a prática do delito. A menor foi encontrada por vizinhos apresentado ferimentos na boca, que a levaram para o Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, onde recebeu atendimento médico, e logo em seguida acionaram o conselho tutelar, que encaminhou a criança juntamente com a sua genitora para Delegacia registrando os fatos ocorridos. Segundo a Polícia “Alan” já vinha sendo Investigado, por constar na Delegacia Local varias denúncias de tentativa de estupro e aliciação contra o mesmo, ”Alan” foi autuado em flagrante pelo Delegado Titular de Jaobina, Dr Cleriston Jambeiro e permanecerá preso no Complexo Policial de Jcobina a Disposição da Justiça . Fonte: Ouro Noticias

Pojuca é a única cidade baiana a usar urnas biométricas


A cidade de Pojuca, localizada na região metropolitana de Salvador, é a primeira da Bahia a realizar o cadastramento biométrico do eleitorado. Assim como em 2010, os eleitores do município vão utilizar a tecnologia nas Eleições 2012, cujo primeiro turno ocorre dia 7 de outubro. Este ano, Pojuca conta com 66 urnas biométricas para atender aos 24.252 eleitores. Escolhida pelo Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) para realizar o cadastramento biométrico do eleitorado em 2009, a primeira votação com a utilização das urnas biométricas em Pojuca contou com 21.000 eleitores, há dois anos. De acordo com o chefe do cartório eleitoral do município (200ª zona), Luiz Fabiano Vasconcelos, os órgãos públicos municipais ofereceram apoio material para a realização do recadastramento. Pojuca contou com 40 colaboradores e o apoio da prefeitura e Câmara de Vereadores para atender diariamente 1.500 pessoas para realizar o cadastro. G1 Postado por Neto Maravilha

Tribunal de Justiça condena prefeitos de Brumado e Santa Luz à prisão

O prefeito do município de Santa Luz, Joselito Carneiro Júnior, e o gestor de Brumado, Eduardo Lima Vasconcelos, forma condenados à prisão pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça. As condenações ocorridas na última terça-feira (31) são as primeiras contra prefeitos desde o ano de 2004, segundo o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-Ba). O prefeito de Santa Luz foi denunciado pelo MP-Ba por fraude em licitação para beneficiar terceiros. Ele foi condenado a três anos de detenção em regime aberto, substituída por prestação de serviços à comunidade e prestação pecuniária no valor de 20 salários mínimos. Joselito também teve decretada a perda do mandato eletivo. Acusado de praticar crime contra a honra, o prefeito de Brumado foi condenado à pena de detenção de nove meses em regime aberto e pagamento de 58 dias-multa, sendo substituída a prisão por prestação pecuniária no montante de 50 salários mínimos. Fraude no fornecimento de combustível De acordo com o CAP, o prefeito de Santa Luz estava utilizando licitação inadequada para contratar o fornecimento de combustível para o Município. Ele fragmentou uma despesa de cerca de R$ 550 mil e realizou nove licitações, enviando cartas-convite para três fornecedores, um posto de combustível de Santa Luz, um de Serrinha e um de Nordestina. As três empresas eram sempre as mesmas escolhidas pelo Município, que acabava firmando contrato com o posto de Santa Luz. Há no município, outros fornecedores de combustível, mas eles não eram convidados a participar da licitação, que era realizada por meio de carta-convite. A licitação deveria ser por tomada de preço. E, mesmo nos casos de aplicação da modalidade carta-convite, a lei exige renovação ou aumento dos fornecedores a cada licitação.(IBAHIA)