sexta-feira, 8 de junho de 2012

Mudanças no programa de telefone fixo popular podem não atingir o público-alvo, avalia Idec


Brasília – Começam a valer hoje (8) as novas regras para o Acesso Individual Classe Especial (Aice), que é uma modalidade de telefonia fixa destinada à população de baixa renda. As mudanças, aprovadas em abril pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), restringiram o acesso ao Aice às famílias inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do governo federal (CadÚnico), que hoje conta com cerca de 22 mil famílias. Na avaliação do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), é possível que as famílias de baixa renda não tenham interesse em gastar os valores que serão cobrados por meio do Aice para a assinatura básica mensal: R$ 13,30, com impostos, para uma franquia de 90 minutos para ligações fixas locais. O valor poderá cair para R$ 9,50 caso os estados decidam isentar o serviço de impostos. “O Aice está se focando em famílias que talvez não tenham esse valor para gastar em um telefone fixo, talvez elas prefiram ter um telefone móvel pré-pago e colocar crédito. E muitas famílias que poderiam pagar R$ 13 e não podem pagar R$ 40 [preço da assinatura básica residencial convencional] estão excluídas por causa dessa restrição de atendimento do Aice”, avalia Veridiana Alimonti, advogada do Idec. Segundo ela, a assinatura básica convencional deveria baixar para patamares próximos aos oferecidos no Aice para todos os consumidores. “Não se justifica que essa assinatura básica seja mantida nesses patamares em relação às obrigações que as concessionárias de telefonia fixa têm atualmente”. Ela também criticou o escalonamento da oferta do Aice, que determina que, no primeiro ano, apenas as famílias com renda de até um salário mínimo podem ser contempladas. A partir de junho de 2013, serão atendidas famílias com renda de até dois salários mínimos e, a partir de junho de 2014, com até três salários mínimos, contemplando todas as famílias do CadÚnico. O Aice existe desde 2005 e tem atualmente cerca de 142 mil usuários. A intenção da Anatel com a mudança nas regras é contemplar as 22 milhões de famílias inscritas atualmente no CadÚnico. Edição: Andréa Quintiere Sabrina Craide Repórter da Agência Brasil Postado por Neto Maravilha DRT-BA 6928 em 8.6.12

JOVEM VÍTIMA DE BALA PERDIDA PERMANECE INTERNADO NO HDAM


< Por volta de 00h30min, de hoje sexta-feira (08), o jovem Tiago Barbosa da Silva, 25 anos, residente no bairro Vila Nova, segundo o próprio jovem ele teria sido atingido por um tiro de arma de fogo, que lhe atingiu o tórax lado esquerdo, quando um homem desconhecido tentava alvejar outra pessoa, fato ocorrido em Jacunã zona rural de Jaguarari. Maravilha Notícias Postado por Neto Maravilha DRT-BA 6928 em 8.6.12

HOMEM DEPRESSIVO COMETE SUICÍDIO AO SE ENFORCAR COM LENÇOL NO BAIRRO SÃO JORGE EM BONFIM


Encontra-se no IML de Senhor do Bonfim o corpo de JUVENAL DANTAS DE ANDRADE, 39 anos, residente à Rua Juscelino Kubistchek, bairro São Jorge. A equipe do blog Maravilha Notícias em conversa com o padrasto do homem foi informada que o mesmo estava desempregado, e depressivo, e que já vinha com esses sintomas há muito tempo desde São Paulo onde morava, e que faria tratamento no CAPS, de Bonfim. Porém na madrugada dessa sexta-feira (08), por volta das 04h00min, o mesmo teria levantado e houve um silêncio, já por volta das 05h00min depois que familiares começaram a levantar, e ao abrirem a porta dos fundos no quintal depararam com o mesmo enforcado debaixo das colunas da caixa d’água enforcado por um lençol estampado amarrado no pescoço e no sétimo degrau de uma escada de madeira, descalço trajando bermuda surfista e camiseta azul. O corpo foi levado pelo rabecão ao IML de Bonfim, para autopsia ainda no dia de hoje. Maravilha Notícias Postado por Neto Maravilha DRT-BA 6928 em 8.6.12